Neymar está na sua segunda temporada no PSG e até o momento não alcançou os seus objetivos, nem pessoal nem coletivamente. O brasileiro que já foi eleito o terceiro melhor jogador do mundo na época do Barcelona, agora não figura nem entre os cinco primeiros. Sendo que na última temporada nem entre os dez ficou. Coletivamente também não teve nenhuma conquista relevante. A grande ambição do PSG é conquistar a UEFA Champions League, mas a equipa parisiense parece estar longe de vencê-la. Desportivamente, a cada dia fica mais evidente que a transferência para a França foi um atraso na sua carreira.

Segundo o jornal desportivo espanhol “Marca”, o pai do atacante avisou ao Real Madrid e ao Barcelona que o atleta pretende deixar o PSG no final da temporada. Esse rumor abriu uma discussão de qual será o futuro de Neymar. Pensando nisso, analisei as possíveis ligas que o jogador poderia atuar na próxima época.

Na Serie A apenas uma equipa aparenta ter condições de contratá-lo, a Juventus. Apesar do Campeonato Italiano ser uma competição com equipas mais fortes que a Ligue 1, a Juve predomina. O estilo do futebol italiano é único. Sistemas táticos bem definidos, marcação forte e uma grande aplicação em campo. Ou seja, exige do jogador uma disciplina até maior que em outras ligas europeias. Na Juventus o brasileiro também não teria tantas regalias como tem no PSG. Como ele ainda demonstra que não amadureceu, não seria um bom caminho ir para a Itália.

Na Premier League, Neymar teria muito mais visibilidade e alcance mundial. O Campeonato Inglês é o mais visto do mundo e se o atleta jogar tudo que sabe poderá conquistar ainda mais público. Contudo, jogar em Inglaterra é lidar com uma maratona de jogos e saber que existem mais quatro ou cinco equipas que entram na competição para brigar pelo título. As duas melhores equipes inglesas nessa temporada, Manchester City e Liverpool, são comandadas por treinadores exigentes e de personalidade forte. Ser treinado pelo Pep Guardiola ou pelo Jurgen Klopp poderia ser até interessante para o Neymar. Resta saber se o jogador estaria propenso a abrir mão de certas regalias, se dedicar quase exclusivamente para o clube e também se os treinadores gostariam de contar com ele.

Neymar foi eleito o melhor jogador do Campeonato Francês na temporada 2017/18.
Fonte: PSG

Na Liga Espanhola, Neymar poderia jogar tanto no Real Madrid quanto no Barcelona. O novo técnico do Real, Zinedine Zidane, já descartou a possibilidade de contratar o brasileiro e mira o seu conterrâneo Mbappé. Restaria o Barcelona e é justamente na equipa catalã que vejo que seria o melhor caminho para o Neymar. O atacante conhece o clube, possui uma história lá dentro e pelo menos até a sua saída a torcida o admirava e até imaginava-se que seria o sucessor do Messi. A grande questão desse retorno seria aceitação dos adeptos, pois ninguém esquece a maneira conturbada que o avançado deixou o clube. Contudo, caso isso ocorresse o brasileiro teria condições de reconquistar a massa adepta realizando grandes partidas.

Neymar tem 27 anos e nesse momento parece que sua carreira estagnou. Ainda tem muito tempo pela frente. É um grande jogador e pode ganhar vários prémios importantes. Não chegará, nem de perto, ao mesmo nível do Messi e do Cristiano Ronaldo. Mas isso não é nenhum grande problema, afinal o argentino e o português são jogadores acima de qualquer outro. O importante neste momento para carreira do atleta é fazer uma escolha certa e se for o caso de sair do PSG, terá que saber administrar melhor a maneira dessa saída e escolher bem o seu novo clube. Se analisarmos apenas dentro de campo Neymar jogaria em qualquer clube do mundo, porém contratá-lo é saber que vem um pacote extra-campo um pouco conturbado. Talvez seja a última chance que o brasileiro terá para mostrar o quanto grande poderá se tornar.

Foto de Capa: PSG

Artigo revisto por: Jorge Neves

Comentários