Rafael Leão tem sido um dos jogadores em destaque esta temporada em França, mais concretamente, no Lille OSC. Formado no Sporting CP, o jovem avançado de 19 anos saiu no verão de 2018 após o ataque à Academia de Alcochete.

O jovem avançado é apontado como um dos melhores jogadores da sua geração e esteve na lista de pré-convocados de Fernando Santos para os jogos de apuramento do Euro 2020.

Na turma francesa não teve um começo fácil: primeiro devido a problemas burocráticos e financeiros que, inclusive, levaram a imprensa a colocá-lo fora do clube; depois, devido a problemas físicos.

Estreou-se a 9 de setembro pelos dogues. Desde aí que o avançado se tem tornado cada vez mais importante na manobra ofensiva da equipa. Na Ligue 1, Rafael já participou em 21 jogos e apontou sete golos. Rápido e forte no um contra um, Leão é um avançado móvel que tem muita facilidade em chegar à baliza contrária e, consequentemente, a zonas de finalização. Assim, em França, há quem já o apelide de “Mbappé português”.

A verdade é que a sua época de estreia na Liga Francesa não está a passar despercebida. Nos últimos tempos, o avançado já foi associado a colossos do Futebol mundial como o FC Barcelona e Paris Saint-Germain (PSG).

Rafael Leão e José Fonte são dois dos jogadores portugueses que jogam na equipa francesa
Fonte: Lille LOSC

Neste momento, o ponta de lança português encontra-se a treinar com a seleção nacional de sub-20. Espera-se que Leão seja um dos destaques da campanha lusa no Mundial da categoria, que se realiza no verão.

Mas Rafael Leão não está sozinho. Na Ligue 1 tem a companhia de mais três portugueses: José Fonte, Rui Fonte e Xeka. Central muito experiente, José Fonte tem sido um dos pilares da defesa do Lille. Aos 35 anos, e depois de uma experiência negativa pela China, aventurou-se pela primeira vez no campeonato francês e a experiência não podia estar a correr melhor. Titular indiscutível, o internacional português tem demonstrado que a idade não é um problema.

Outro português em destaque no Lille OSC e em França é Xeka. Aos 24 anos, e depois de ter estado uma época emprestada ao Dijon FCO, o médio está a assumir-se como figura maior do meio-campo da equipa da cidade de Lille. Com um bom remate de meia distância, o médio natural da Rebordosa conta já com dois golos.

Por fim, Rui Fonte. De todos os portugueses, o avançado de 28 anos é o único que ainda não conseguiu impor o seu futebol. Tem apenas 536 minutos divididos por 13 jogos.

A realizar uma campanha brilhante na liga francesa, o Lille é a equipa sensação e ocupa o segundo lugar do campeonato, atrás do PSG.

 

Foto de Capa: Lille OSC

Artigo revisto por: Jorge Neves

Comentários