Cabeçalho Liga Inglesa

 

Rotulado como um dos grandes craques do futebol europeu, a aventura de Henrikh Mkhitaryan por terras de sua majestade não começou da melhor maneira. O arménio foi um dos reforços sonantes que José Mourinho quis para este seu novo United, além de Pogba e Ibrahimovic, mas a verdade é que o médio ofensivo teve muitas dificuldades para se impor no conjunto de Manchester.

Suplente utilizado nos quatro primeiros jogos da época, o arménio foi lançado pela primeira vez a titular no escaldante derby de Manchester, mas acabou substituído logo ao intervalo, recebendo muitas críticas negativas pelo seu desempenho nos quarenta e cinco minutos que esteve em campo. Após essa aparição, Mkhitaryan eclipsou-se e tornou-se o fantasma de Manchester, estando cerca de dois meses sem ser lançado por Mourinho.

Mkhitaryan foi decisivo (um golo) na vitória sobre o Tottenham Fonte: Manchester United
Mkhitaryan foi decisivo (um golo) na vitória sobre o Tottenham
Fonte: Manchester United

Numa equipa que tem apresentado tantas dificuldades em fazer a diferença no último terço do terreno, este desaparecimento foi muito falado no mundo do futebol. O United tem tido muitos problemas em soltar-se das amarras tácticas dos adversários, e com um futebol muito preso e com poucos ou nenhuns rasgos de brilhantismo, a ausência prolongada de um elemento que acrescenta muita qualidade e criatividade no processo ofensivo, e mais do que isso, sabe aliar essa criatividade e qualidade a uma excelente capacidade de decisão, marcando muitos golos e fazendo muitas assistências – a época passada marcou 26 golos e efetuou 22 assistências com a camisola do Dortmund -, não deixa de ter o seu quê de mistério.

Anúncio Publicitário

Depois desta travessia no deserto, o ex-jogador do Dortmund soube esperar novamente pela sua oportunidade – Mourinho recentemente referiu que o arménio teve um comportamento exemplar -, trabalhou bem nos treinos e depois de responder positivamente quando voltou a ser chamado em alguns jogos onde o treinador português aproveitou para rodar alguns jogadores, começou finalmente a ser peça importante na equipa, contando até com dois golos e duas assistências nos últimos quatro jogos da equipa.

Numa equipa onde a qualidade ofensiva abunda, mas por uma ou outra razão, o processo ofensivo da equipa tem tido bastantes dificuldades para “desabrochar”, este aparecimento em grande nível de Mkhitaryan pode ser o clique que o conjunto dos red devils necessita para ter a regularidade exibicional que lhe permita lutar pelo top 4 da Premier League – o título já é uma miragem -, e colocar o United de volta aos grandes palcos europeus. Mourinho, e principalmente o futebol, necessitam deste Mkhitaryan que encantava a famosa Yellow Wall do Borussia, e que pode acrescentar assistências e golos ao ataque do United que já tem muito poder de fogo, embora ainda não tenha atingido o nível desejado.

Foto de capa: Manchester United

Comentários