Anterior1 de 3Próximo

Cabeçalho Liga Inglesa

Após uma primeira ronda onde o Manchester City destruiu completamente o Liverpool no Etihad Stadium por cinco bolas sem resposta, os “reds” procuraram vingança em casa. Os dois melhores ataques da Premier League prometiam um jogo animado e não desapontaram. Um espetáculo de jogo, sem lances polémicos, recheado de golos e pormenores de qualidade inquestionável.

O primeiro jogo do Liverpool sem Coutinho não podia ter sido melhor, o Liverpool a bater o Colosso Manchester City que após esta derrota ainda se encontra sem páreo na liderança da liga. A onda invicta dos citizens findou assim perante um Liverpool que esteve motivado o tempo todo.
Apesar de Van Dijk não jogar por problemas físicos não apresentou uma falta assim tão grande com Robertson e Joel Matip a mostrarem ser uma autentica muralha para a equipa de Manchester.

O Liverpool que já não perde desde outubro fez um jogo à Liverpool, com uma capacidade ofensiva inequívoca, mas com uma defesa que equilibra o rácio de golos marcados\sofridos. Com uma supremacia sobre o Manchester City durante quase toda a partida, o Liverpool mostrou mais uma vez a sua garra, encostando uma das melhores equipas do mundo na atualidade. Oxlade-Chamberlain trouxe vantagem ao Liverpool nos primeiros minutos de jogo, mas aos 40 minutos, Leroy Sané marca um golo de encher o olho, tornando a partida empatada novamente. Foi preciso começar a segunda parte para a verdadeira chuva de golos começar, Firmino, Sadio Mané e Salah deixam o Liverpool com uma confortável margem de 4-1 no encontro.
A sensação dada é que Guardiola mexeu na equipa muito tarde e que Bernardo Silva tinha que ter entrado mais cedo. Aos 71 minutos de jogo Bernardo Silva entra e pouco depois marca mesmo para o Manchester City, substituindo Sterling que não esteve no topo da sua forma e foi inclusive bastante assobiado sempre que tocava na bola, mas por razões diferentes. Por fim, Gundogan reduz novamente para os citizens tornado assim o resultado final de quatro bolas a três, dando a vitória à equipa da casa.

Foto de capa: Liverpool FC 

Anúncio Publicitário

Anterior1 de 3Próximo

Comentários