Liga Inglesa, Jornada 3: sábado, 17h30, 28 de agosto de 2021

ANTEVISÃO: MANTER O PRIMEIRO LUGAR ANTES DA PARAGEM

“Reds” e “Blues” partem para a terceira jornada com um registo em tudo semelhante – e a roçar a perfeição. Duas vitórias, cinco golos marcados e zero sofridos. O Liverpool FC enfrentou dois adversários teoricamente acessíveis e não desiludiu: ganhou por 3×0 no terreno do Norwich City FC e 2×0 na receção ao Burnley FC. Já o Chelsea FC começou com dois dérbis de Londres, tendo ultrapassando com relativa facilidade Crystal Palace FC (3×0) e Arsenal FC (2×0). Um começo idílico para duas equipas que querem, agora, passar a paragem para seleções no primeiro lugar.

CLÁSSICO EM TERRAS DE SUA MAGESTADE! TEREMOS MAIS DE TRÊS GOLOS NO JOGO EM ANFIELD? APOSTA COM A BET.PT!

Anúncio Publicitário

À entrada para 2021/2022, Liverpool e Chelsea vinham de finais de época muito distintos. Se os homens de Jurgen Klopp viveram uma espécie de ressaca da conquista de 2019/2020, o Chelsea de Thomas Tuchel parece ter recuperado o estatuto de potência que andava mais adormecido nas últimas épocas.

Para além da Liga dos Campeões e Supertaça Europeia, parte dessa galvanização dos londrinos vem da recuperação da força no mercado de transferências, finda a penalização imposta pela UEFA. No verão passado foram muitas as estrelas a juntar-se à constelação “blue”, mas a maior ficou reservada para este ano. Romelu Lukaku regressou, a troco de cerca de 115 milhões de euros, e já apontou um golo frente ao Arsenal. Mais a norte, Konaté chegou do RB Leipzig e promete formar uma temível parceria com Virgil Van Dijk. O grande “reforço”, até ao momento, é mesmo o central holandês, regressado após longa paragem. Nota ainda para Harvey Elliot, de 17 anos, que parece estar a conquistar espaço na equipa depois de um bom empréstimo ao Blackburn no ano passado.

A nível tático não se esperam grandes novidades de parte a parte. Jurgen Klopp deverá manter o esquema habitual do Liverpool, com o trio da frente composto por Salah, Mané e Diogo Jota. Na ala esquerda, Andy Robertson ainda está em dúvida e a boa exibição de Tsimikas, na semana passada, deverá valer nova titularidade ao grego. Outra questão é a de Fabinho, que esteve de fora por problemas pessoais, mas que pode voltar este sábado. Caso o brasileiro regresse ao onze, resta saber se será Keita ou o jovem Harvey Elliot a cair para o banco.

Também Tuchel deve manter a linha de três centrais e com Reece James e Marcos Alonso nas alas. Na defesa a grande interrogação passa pela titularidade de Thiago Silva, que ainda não jogou esta temporada. Ontem nomeado melhor médio a atuar na Europa em 2020/2021, N’Golo Kanté também deverá regressar ao onze, em detrimento de Kovacic. Certa é a presença de Jorginho e o trio mais avançado – Mount, Havertz e Lukaku – também se deverá manter.

 

10 DADOS RÁPIDOS

  1. O primeiro jogo entre as duas equipas foi em 1907, no dia de Natal, e os “blue’s” venceram por 4-1.
  2. Desde então, Liverpool e Chelsea já se defrontaram 156 vezes na Liga inglesa, com 70 vitórias para os “reds” e 51 para os “blues”.
  3. Atendendo apenas aos jogos em Anfield Road, a vantagem é esmagadora para a equipa da casa. 48 vitórias em 78 jogos, contra 12.
  4. A última, dessa dúzia de vitórias londrinas, foi na época passada. 0x1, com golo de Mason Mount.
  5. O Chelsea tem sido um adversário complicado para Jurgen Klopp. Em 15 jogos, arrecadou 6 vitórias.
  6. Já Thomas Tuchel defrontou o Liverpool em cinco ocasiões e venceu em duas.
  7. Comparando o histórico entre os dois técnicos alemães, é Klopp que leva vantagem. Nove triunfos em 15 confrontos, contra apenas três vitórias de Tuchel.
  8. O primeiro duelo entre os dois foi na Liga alemã 2009/2010 e terminou com um 0-0. Klopp treinava o BVB Dortmund e Tuchel o FS Mainz 05.
  9. Diogo Jota vai ser o único português em campo. No total, sete portugueses já representaram o Chelsea e três no Liverpool.
  10. Raul Meireles foi o único português a jogar nos dois clubes e o último a marcar num confronto entre as duas equipas. Em fevereiro de 2011 apontou o único golo do Chelsea 0x1 Liverpool

 

JOGADORES A TER EM CONTA

Romeu Lukaku – É a escolha mais óbvia e não poderia ser de outra maneira. Depois uma estreia interessante frente ao Arsenal, o internacional belga volta a estar sob os holofotes. Regressado a Stamdford Bridge, oito anos depois do último jogo, Lukaku é agora um avançado maduro e um dos melhores do mundo na arte de marcar golos. E é disso mesmo que os adeptos dos “blues” estão à espera este sábado.

 

Virgil Van Dijk – Quase um ano depois da grave lesão que o fez perder toda a época 2020/2021, o central holandês voltou à ação para o início do campeonato. O ano passado muito se notou a sua falta e a esperança dos adeptos do Liverpool é que Van Dijk volte ao nível habitual. Para já, as coisas estão a correr bem – zero golos sofridos até ao momento – mas o Chelsea de Lukaku e companhia vai ser o primeiro teste de fogo para Van Dijk.

 

XI’S PROVÁVEIS

Liverpool FC: Alisson; Alexander-Arnold, Van Dijk, Matip, Tsimikas; Henderson, Fabinho, Harvey Elliott; Salah, Mané, Diogo Jota

Treinador: Jurgen Klopp

“Espero um jogo muito difícil para as duas equipas. O Chelsea está num grande momento, ganharam a Liga dos Campeões e têm jogado muito bem desde que o Thomas Tuchel chegou. Agora, também têm o Lukaku, que obviamente não os torna piores. É um adversário complicado, mas também não estamos num mau momento e queremos mostrar isso.”

 

Chelsea FC: Mendy; Reece James, Azpilicueta, Thiago Silva, Rudiger, Alonso; Kanté, Jorginho, Mason Mount; Havertz, Lukaku

Treinador: Thomas Tuchel

“O Liverpool com Van Dijk é diferente, é um grande upgrade em relação ao jogo de março. Estou ansioso por ver o duelo entre o Lukaku e ele, e os adeptos também. Vai ser um desafio para o Lukaku, ele teve um começo muito bom e agora estamos a trabalhar os detalhes, para que ele se ligue cada vez melhor com a equipa. Vai ser um jogo de grande pressão em Anfield, mas ele adora esse tipo de jogos.”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome