Premier League, Jornada 22: quinta-feira, 20h00, 4 de fevereiro de 2021

ANTEVISÃO: COMBOIO EUROPEU EM FUGA?

No duelo de encerramento da 22.ª jornada do principal escalão do futebol inglês, o dérbi londrino entre Tottenham Hotspur FC e Chelsea FC poderá decidir qual das equipas acompanha o comboio europeu. Quem ganhar fica a dois pontos do dono da última vaga europeia (o West Ham United FC, quinto classificado), quem perder fica a cinco e, em caso de empate, ambas ficam a quatro.

OS DOIS CLUBES LONDRINOS ESTÃO EM MÁ FORMA, MAS SERÁ QUE PODEM DAR A VOLTA AO MAU MOMENTO? SABES QUEM VAI VENCER? ENTÃO, APOSTA JÁ EM BET.PT!

Os dois rivais já estiveram no topo da Premier League esta época, mas uma série de maus resultados levou a que spurs e blues caíssem uns quantos degraus na tabela classificativa: curiosamente, o melhor período das duas equipas teve lugar entre Outubro e Dezembro, com o Tottenham na liderança e o Chelsea no último lugar do pódio. O português José Mourinho já não consegue vencer a ex-equipa, na competição, desde Fevereiro de 2018 (ainda nos tempos do Manchester United FC). Conseguirá agora?

10 DADOS RÁPIDOS

Anúncio Publicitário
  1. O último duelo entre as duas equipas realizou-se a 29 de Novembro de 2020 e terminou empatado 0-0, em Stamford Bridge.
  2. O Tottenham vem de duas derrotas consecutivas (1-3 na receção ao Liverpool FC e a última, por 1-0, na deslocação ao reduto do Brighton & Hove Albion FC).
  3. Em sentido inverso, o Chelsea pontuou nas duas últimas partidas (um nulo diante do Wolverhampton Wanderers FC e uma vitória por 2-0 frente ao Burnley FC) – curiosamente, os dois primeiros jogos de Thomas Tuchel na Premier League.
  4. O Tottenham teve um registo oscilante nas últimas cinco partidas em casa (2V + 1E + 2D).
  5. O Chelsea foi derrotado em quatro das últimas cinco deslocações em jogos da Premier League (4D + 1V).
  6. As equipas partem para a 22.ª jornada em igualdade pontual (33 pontos), embora os spurs tenham ainda uma jornada em atraso.
  7. Nos últimos dez duelos (em todas as competições), o conjunto de José Mourinho acumulou seis triunfos, dois empates e duas derrotas – as tais das últimas duas jornadas.
  8. No mesmo período, a equipa de Stamford Bridge (orientada inicialmente por Lampard e, agora, por Tuchel) somou cinco vitórias, dois empates e três derrotas.
  9. Os dois rivais londrinos registam 168 jogos entre si, com 72 triunfos dos blues, 54 vitórias dos spurs e 42 empates. Desses 168, o Tottenham recebeu o Chelsea por 82 ocasiões, verificando-se um maior equilíbrio, com 31 triunfos caseiros, 28 vitórias forasteiras e 23 igualdades.
  10. Son e Harry Kane (lesionado) são os melhores marcadores do Tottenham (12 golos) na Premier League, enquanto Tammy Abraham foi o jogador que mais vezes marcou pelo Chelsea na competição, com seis golos apontados.

 

JOGADORES A TER EM CONTA

Son (Tottenham Hotspur FC) – A par do lesionado Harry Kane, o avançado Son é uma das peças mais influentes da equipa de José Mourinho, um fator que se evidencia nos números alcançados: aos 16 golos apontados esta época, ainda juntou perto de uma dezena de assistências. O coreano de 28 anos revela uma tremenda capacidade de desmarcação e desequilíbrio, pelo que poderá causar dificuldades à sólida linha defensiva do adversário. Curiosamente, no último duelo diante do Chelsea (na altura, orientado por Lampard), Son viu todos os seus pontos fortes serem bem anulados no empate a zeros da décima jornada. Acontecerá agora o inverso?

Timo Werner (Chelsea FC) – Se é verdade que o ponta de lança alemão foi tendo presença regular no onze dos blues até Novembro, também não deixa de ser verdade que a partir desse mês desencontrou-se com o caminho dos golos e passou a oscilar entre a condição de titular e a de suplente utilizado. Apesar disso, é o jogador dos blues com um maior grau de envolvimento nos golos da equipa, com nove golos e meia dúzia de assistências. O alemão de 24 anos destacou-se no RB Leipzig na temporada passada e apenas precisa de mais oportunidades para fazer a diferença no registo ofensivo da equipa.

 

XI’S PROVÁVEIS

Tottenham HFC: Hugo Lloris; Matt Doherty, Toby Alderweireld, Eric Dier, Bem Davies; Pierre-Emile Hojbjerg, Harry Winks, Lucas Moura, Tanguy Ndombélé, Son; Carlos Vinícius.

Treinador: José Mourinho:

“O maior desafio para um treinador é trabalhar nas melhores ligas. Neste momento, a Premier League é a mais desafiante”.

 

Chelsea FC: Edouard Mendy; Antonio Rüdiger, Thiago Silva, César Azpilicueta; Ben Chilwell, Mateo Kovacic, Jorginho, Callum Hudson-Odoi; Mason Mount, Kai Havertz, Timo Werner.

Treinador: Thomas Tuchel:

“Não tenho dúvidas de que Mourinho é um dos melhores treinadores do Mundo e que criou um Tottenham competitivo e muito forte”.

 

PREVISÃO DE RESULTADO: Tottenham HFC 1-1 Chelsea FC

Artigo revisto por Inês Vieira Brandão

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome