Manchester City e Manchester United defrontam-se este sábado às 17h30 no Etihad Stadium, naquele que é o jogo grande da jornada 16 da Premier League. Os dois gigantes de Manchester estão separados por três lugares na classificação mas a diferença pontual entre ambos é bem maior: 11 pontos.

O City chega ao derby no 3º lugar do campeonato, após a vitória folgada na casa do Burnley a meio da semana, estando numa série de quatro jogos consecutivos sem perder. Já o Manchester United chega a este jogo com a moral em alta, após ter aplicado a primeira derrota a José Mourinho desde que o português chegou ao comando do Tottenham. Os red devils estão no sexto lugar da classificação, levam já quatro jogos consecutivos no campeonato sem conhecer o sabor da derrota e esperam trazer pontos na visita ao rival da mesma cidade para não perder o comboio do top 5.

ACREDITAS QUE O MANCHESTER UNITED SURPREENDE O CITY? É QUE 10€ APOSTADOS NA BET.PT PODEM FAZER-TE GANHAR 97,5€!

O United venceu apenas um jogo fora de Old Trafford esta época, quando visitou o Norwich em outubro e derrotou os canários por 3-1. O City leva cinco vitórias em sete partidas disputadas no Etihad, para além de um empate e a derrota surpreendente com o Wolves de Nuno Espírito Santo. Contudo, há um dado que joga a favor dos encarnados de Manchester por comparação com o seu rival mais antigo. Nos confrontos com os “Big Six”, os seis primeiros classificados da época passada, o United soma duas vitórias e dois empates, ao passo que o City soma uma vitória contra o Chelsea, um empate com o Tottenham e uma derrota com o Liverpool.

City e United chegam a este jogo separados por 11 pontos                                                              Fonte: Premier League
Anúncio Publicitário

A equipa de Guardiola privilegia um futebol de posse e ataque em bloco com as linhas subidas, enquanto que o United se sente menos confortável quando tem que assumir a posse de bola e mais à vontade quando explora o contra-ataque. Nesta época, foram já várias as equipas que mostraram contra o City que não é preciso ter mais posse de bola para chegar ao golo mas sim ser mais eficaz nas oportunidades criadas, como são os casos do Wolves e do Norwich City.

Na minha opinião, um dos principais fatores de decisão neste jogo serão os duelos a meio-campo, um setor onde o City é claramente superior ao adversário. O United tem no ataque a sua melhor arma, com jogadores rápidos, capazes de desmontar a teia defensiva do City e resolver o jogo por si.

As equipas defrontaram-se 18 vezes no Etihad Stadium, desde que o Manchester City aí se fixou em 2003, com o registo a ser equilibrado: oito vitórias para cada lado e dois empates. Nas últimas quatro visitas ao reduto do City, os red devils venceram duas, a última das quais memorável: o United esteve a perder por 2-0 e operou a reviravolta com um bis de Pogba e um golo de Smalling, vencendo o derby de Manchester e impedindo o rival de celebrar o título de campeão nesse dia.

Gundogan volta a entrar nas contas de Guardiola após ter cumprido um jogo de castigo frente ao Burnley e Zinchenko também poderá retornar à quadra, ele que não é opção desde o início de outubro. Baixas confirmadas para a equipa da casa são três e todas de peso: Sergio Aguero, Aymeric Laporte e Leroy Sane. Do lado dos visitantes, Solskjaer confirmou na antevisão ao jogo que Pogba continuará ausente da ficha de jogo, ainda a recuperar de uma lesão no tornozelo. A boa notícia para os red devils é que Martial já está apto para jogar, ainda que não seja escolha provável para começar o jogo de início.

Assim sendo, Pep Guardiola deve fazer alinhar Ederson na baliza, Cancelo, Stones, Fernandinho e Mendy na defesa e um meio-campo a três composto por De Bruyne, Gundogan e David Silva. Na frente de ataque, Bernardo Silva e Sterling no apoio a Gabriel Jesus. Do lado do United, De Gea é aposta segura para a baliza, com o quarteto defensivo a ser composto por Wan-Bissaka, Lindelof, Maguire e Young. McTominay e Fred deverão ser os médios de contenção, atrás de James, Lingard e Rashford. Sozinho na frente, Greenwood será uma seta apontada à baliza do City.

Foto de Capa: Premier League

Comentários