Anterior1 de 2Próximo

Cabeçalho Liga Inglesa

Como em tudo na vida, seja numa grande empresa, na política de um país, no Mundo da música, no futebol ou em muitos outros assuntos, há sempre gente que marca várias décadas e gerações. Vemos por exemplo Barack Obama que marca uma geração de políticos pelo Mundo fora, vimos o impacto que os Beatles tiveram no Mundo da música nos anos 60 ou, no futebol, vimos jogadores como Pelé, Maradona e muitos outros a marcarem a história de um clube, ou de uma selecção.

Manchester United, um dos clubes mais reputados de sempre no Mundo do futebol, não teve um, nem dois craques e, como se sabe, muitos deles usaram a mesma camisola, a camisola nº7. De tal forma que, se o Santos tem a camisola nº10 de Pelé, o Barcelona tem a mítica camisola nº14 de Cruyff ou o Milão tem a camisola nº3 de Maldini, a camisola mais mítica do desporto rei é mesmo a nº7 dos Red Devils.

Na década de 60 e 70, tivemos George Best, na década de 80 Bryan Robson, na de 90 Cantona e Beckham e, neste século XXI, Cristiano Ronaldo. Tantos craques que o preferido divide não só o coração dos adeptos do clube de Manchester, mas também o coração de todos os adeptos de futebol que cresceram a ver jogar alguns destes craques. A pressão de usar esta camisola é mesmo enorme e o nova camisola 7 é um dos assuntos que mais move a atenção dos adeptos onde, nem todos conseguiram carrega-la com brilho e manter a sua identidade, temos por exemplo os casos recentes de Di Maria ou da promessa holandesa, Depay.

Depay foi o último a vestir a mítica camisola 7 do Manchester United Fonte: Scoopnest
Depay foi o último a vestir a mítica camisola 7 do Manchester United
Fonte: Scoopnest

Como velho cumpridor de costumes e um verdadeiro gentleman do futebol, Sir Alex Ferguson esteve no mítico United durante 26 anos onde, para além dos títulos, sempre fez questão de honrar velhos costumes e, prova disso, fez sempre questão de honrar o mítico 7 com a máxima estrela do clube onde, apesar de ter tido algumas más escolhas como Valência ou Michael Owen, atribuiu o número 7 a Ronaldo, contra muitas críticas, herdando a camisola do mítico David Beckham quando apenas tinha 17 anos. Esta difícil decisão cabe agora a Mourinho.

Após a saída de Menphis Depay para o Lyon, a camisola nº7 volta de novo à ribalta onde muitos adeptos já reclamam que, depois de 7 anos sem encontrar o verdadeiro herdeiro desta camisola, esta deve ser “imortalizada” como acontece em alguns clubes pelo Mundo fora, temos o caso do número 29 do S.L.Benfica, a antiga camisola de Miklos Fehér. Outros, antecipando já a intervenção no mercado, apontam a Griezmann como o justo herdeiro ou então Dybala ou, até mesmo James Rodriguez, a verdade é que são questões hipotéticas já que as suas contratações estão longe de virem a ser concretizadas.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários