Anterior1 de 3Próximo

Manchester United e West Ham chegaram a este jogo contando, cada um, com duas derrotas nos últimos dois jogos que disputaram. A equipa de Solskjaer veio de uma derrota a meio da semana com o Barcelona FC, em partida referente à Liga dos Campeões, tendo no jogo anterior sucumbido aos pés do Wolverhampton Wanderers FC. Já o West Ham foi derrotado por Chelsea FC e Everton FC, ambas as vezes por 2-0, a contar para a Premier League.

A equipa da casa assumiu a iniciativa de jogo desde o início da partida, tendo em Pogba e Mata os maestros condutores do seu ritmo. O West Ham, contudo, não se limitou a defender, aproveitando a rapidez de “Chicharito”, Lanzini e Felipe Anderson para pôr em sentido a defensiva do United.

Após algumas iniciativas tímidas de parte a parte, o Manchester chegou à vantagem, através de uma grande penalidade. O árbitro Graham Scott não teve dúvidas em assinalar castigo máximo após uma entrada incauta de Snodgrass sobre Juan Mata. Chamado a converter, Pogba mostrou frieza e fez o 1-0, quando o relógio apontava 19 minutos de jogo.

Pogba abriu o marcador, de penálti
Fonte: Premier League

O golo de Pogba trouxe tranquilidade aos Red Devils, que mesmo assim não tiraram o pé do acelerador. Os homens de Solskjaer foram controlando as operações durante o resto da primeira parte, mas o West Ham foi tentando reagir, explorando principalmente os flancos e os lances de bola parada. Já perto do intervalo, Felipe Anderson esteve perto de marcar, por duas vezes, em dois pontapés de canto cobrados ao primeiro poste, mas a pontaria não estava afinada.

A segunda parte começou praticamente com o golo do West Ham. À passagem dos 49 minutos, De Gea errou na reposição de bola, Pogba não segurou e Lanzini aproveitou para recolher a bola e fazer um centro teleguiado para a área. Felipe Anderson apareceu bem ao segundo poste, encostando para o 1-1.

Felipe Anderson fez o empate
Fonte: Premier League

O golo do West Ham deu moral aos londrinos, que, cinco minutos mais tarde, estiveram perto de marcar, mas o remate de fora da área de Zabaleta esbarrou nas mãos de De Gea. Na resposta, o recém-entrado Rashford recebeu dentro da área e disparou cruzado para uma grande defesa de Fabianski.

Estava melhor no jogo o West Ham, e o Manchester United acusou o golo sofrido, mostrando alguma intranquilidade e cometendo alguns erros. Aos 76’, Antonio fez tremer Old Trafford, com um potente remate que embateu com estrondo na barra da baliza de De Gea. Dois minutos mais tarde, o mesmo Antonio voltou a estar em evidência com um cabeceamento picado, ao qual De Gea respondeu com uma defesa do outro mundo.

Mas como se diz no Futebol: quem não marca, sofre. Aos 80’, o United chegou mesmo ao golo da vitória. Falta claríssima na área do West Ham, com Fredricks a atropelar Martial. Pogba assumiu novamente a marcação da grande penalidade, rematando colocado para o 2-1 final.

Pogba bisou de grande penalidade
Fonte: Premier League

Com esta vitória, o Manchester United mantém a perseguição a Tottenham Hotspur FC e Chelsea, ao passo que o West Ham mantém-se no topo da segunda metade da tabela.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES

Manchester United FC: David de Gea, Diogo Dalot, Smalling, Phil Jones, Marcos Rojo (Andreas Pereira, 75’), Fred, Pogba, Juan Mata (Rashford, 56’), Lingard, Martial e Lukaku (Greenwood, 75’).

West Ham United FC: Fabianski, Zabaleta (Fredericks, 76’), Balbuena, Ogbonna, Masuaku, Rice, Noble, Snodgrass, Lanzini (Diangana, 62’), Felipe Anderson e Chicharito (Antonio, 73’).

Anterior1 de 3Próximo

Comentários