Cabeçalho Liga Inglesa

Contratado pelo Manchester United no verão de 2016, aos alemães do Borussia Dortmund, Mkhitaryan nunca se adaptou totalmente em Old Trafford. O médio-ofensivo arménio foi, provavelmente, contratado por Mourinho com a intenção de dar mais criatividade ao ataque da equipa. Apesar do seu perfil futebolístico contrastar em muito com o tipo de jogadores que o treinador português prefere, Mkhitaryan é também um médio que marca muitos golos, e que chega com facilidade a zonas de finalização. Neste aspeto, tem algumas semelhanças com o ex-jogador de Mourinho Frank Lampard, e essa sua característica terá sido chave para a sua chegada a Manchester.

No entanto, Mkhitaryan nunca conseguiu encontrar maneira de exprimir o seu futebol sob os rigorosos esquemas táticos de Mourinho. A sua falta de empenho em tarefas defensivas, mais a sua inflexibilidade em adaptar o seu estilo de jogo aos pedidos do treinador, fizeram com que o ex-Dortmund deixasse de contar como opção válida para o ataque do Manchester United.

Ao chegar ao seu novo clube, o Arsenal, Mkhitaryan deu um passo importante na carreira. Não só entrou numa equipa onde o seu estilo de futebol é muito bem visto, como também chega numa altura em que os gunners precisam de reforços de qualidade. Juntando tudo isto à necessidade do arménio em ter mais minutos de jogo, e relançar de certa forma a sua carreira, é possível ver que o médio pode ser uma peça-chave num regresso do Arsenal ao topo do futebol inglês.

Sem um título da Premier League desde 2004, os gunners perderam um pouco a imagem de clube grande que tinham no início do século XXI. O técnico Arsène Wenger, que orienta a equipa há mais de 20 anos, tem sido muito criticado, e a ideia que o treinador francês está ultrapassado e o clube precisa de alguém novo tem ganho força junto dos adeptos londrinos.

Anúncio Publicitário
Mkhitaryan nunca se afirmou em absoluto no Manchester United Fonte: Manchester United FC
Mkhitaryan nunca se afirmou em absoluto no Manchester United
Fonte: Manchester United FC

Se Mkhitaryan conseguir afirmar-se rapidamente no Arsenal, e o clube subir na classificação do campeonato, a tensão à volta do Emirates pode diminuir um pouco. E, mesmo que Wenger continue como treinador, os adeptos podem esquecer a sua insatisfação.

Por outro lado, a chegada dum jogador do seu nível, que vem motivado para mostrar toda a sua qualidade, serve como exemplo ao restante plantel do Arsenal, cujas exibições mostram muitas vezes uma equipa pouco aguerrida, ou interessada em ganhar. Assim, de certa forma, o arménio pode ser o jogador que transforma uma equipa, algo que não é inédito nos londrinos.

Nos primeiros anos ao serviço do Arsenal, Wenger contratou vários jogadores franceses, como Henry ou Vieira, que não só ajudaram a equipa a ganhar títulos, como foram tão influentes que mudaram a identidade do clube. Tal como Mkhitaryan, a maioria destes futebolistas chegaram ao clube com algo a provar, depois de passagens discretas por outras equipas europeias.

A situação é, portanto, a ideal para o médio-ofensivo ex-Manchester United voltar a brilhar.

Visto pelos adeptos em geral como um jogador inferior a Alexis Sánchez, mas reunindo também o consenso de ser um futebolista com um estilo à Arsenal, o arménio é das melhores contratações feitas pelos gunners nos últimos anos.

Há anos com um orçamento para transferências curto, e esforçando-se para gastar menos dinheiro que outros clubes grandes ingleses, o Arsenal tem tido, nas últimas temporadas, plantéis com lacunas evidentes. No entanto, a perda de Sánchez para um clube rival, como o Manchester United, parece ter tornado mais evidente que nunca a necessidade do clube londrino em gastar mais em reforços, sob pena de perder de vez o estatuto de candidato ao título em Inglaterra,

Ao contratar Mkhitaryan, e possivelmente Aubameyang, outro jogador que tem sido falado como reforço, o Arsenal aproxima-se mais da qualidade de outras equipas rivais, e deixa de insistir em tentar ganhar troféus sem recorrer a grandes transferências.

Se mantiver esta abertura para ir buscar grandes jogadores, e todos os reforços tiverem o perfil de Mkhitaryan, o Arsenal está no caminho certo para voltar a somar títulos.

Foto de Capa: Arsenal FC

Artigo revisto por: Jorge Neves