360 jogos e 20 golos depois, Vincent Kompany diz adeus ao Manchester City FC, clube pelo qual venceu quatro campeonatos, duas Taças de Inglaterra, quatro Taças da Liga e duas Supertaças de Inglaterra. O histórico capitão dos citizens anunciou a decisão no dia a seguir à conquista da Taça de Inglaterra, pondo fim à ligação de onze anos com os azuis de Manchester.

Após o anúncio oficial por parte do jogador belga, foram vários os colegas e ex-colegas de equipa a utilizar as redes sociais para se despedirem do capitão dos citizens, sendo comum a todas essas manifestações o reconhecimento das qualidades do belga como jogador e como líder nato. Eleito capitão de equipa na época 2011/2012, foi sob a sua liderança que o City conquistou 11 dos seus últimos 12 troféus.

Falar do período de maior sucesso da história do City é falar de Vincent Kompany. Reconhecido como um dos melhores defesas do mundo, forte fisicamente e no jogo aéreo, evoluído tecnicamente, com boa capacidade de distribuição e exímio no desarme, o jogador ficará para sempre na história do clube. No passado recente, talvez apenas Sergio Agüero esteja ao nível da importância do belga na história do clube.

Kompany chegou novo a Manchester e assistiu à compra do clube por parte de Khaldoon Al Mubarak, assim como fez parte do período de ascensão que levou os citizens a dominar o panorama futebolístico inglês e a ser presença assídua nas fases mais avançadas da Champions League, troféu que o clube ainda não conseguiu acrescentar ao seu museu.

Vincent Kompany conquistou 12 troféus com a camisola dos citizens
Fonte: Manchester City FC

Para além dos 12 troféus conquistados em onze anos ao serviço do Manchester City, o gigante belga acumulou também várias distinções a nível individual. Integrou a Equipa do Ano da Premier League em 2011, 2012 e 2014, venceu o prémio de Jogador do Ano da Premier League em 2012 e ficou classificado em 23º lugar na lista do The Guardian dos 100 melhores jogadores do Mundo, em 2012.

Nas últimas temporadas, o central belga foi fustigado com muitas lesões e nem sempre foi primeira opção, não deixando, contudo, de ter papel preponderante na equipa de Pep Guardiola. Esta época, foi precisamente com um remate fabuloso, frente ao Leicester City FC, que Kompany resolveu um dos jogos mais difíceis da época, permitindo ao City, na penúltima jornada do campeonato, manter a distância tangencial para o segundo classificado, o Liverpool FC.

Para o futuro, o jogador belga decidiu voltar ao seu clube de origem, o RSC Anderlecht, assumindo as funções de treinador-jogador. Se como jogador Kompany já não tem nada a provar, como treinador o seu caminho vai agora começar. O defesa trabalhou três anos sob a orientação de Pep Guardiola e já afirmou que aprendeu muito com o técnico espanhol. Mais, revelou também que o futebol que pretende jogar é aquele que o seu mentor pratica, o que faz acreditar que o campeonato belga da próxima época promete.

Foto de Capa: Manchester City FC

Comentários