2.

Eden Hazard – Nunca ninguém gosta de ver uma final decidida por um penalti. É certo e concordo totalmente. Mas a segunda final de sempre entre red devils e blues foi decidida dessa mesma forma. Hazard já tinha ameaçado uma primeira vez com uma arrancada pela esquerda onde já tinha desmontado Phil Jones e à segunda foi o descalabro total. O belga antecipou-se ao defesa inglês, pegou na bola e só parou na grande área, mas travado em falta. Dos onze metros… Eden Hazard não falhou.

Pode ser muito discutível este «herói» e é totalmente verdade. Porque o Chelsea não fez por aí além depois de marcar o golo e deu o controlo total do jogo ao Manchester United. Aliás, até quem brilhou mais depois do golo foi Thibaut Courtois, na altura guarda-redes dos blues.

Apesar de tudo, a verdade é que Eden Hazard foi o herói desta final ao marcar o único golo da partida e, deste modo, o Chelsea vencia assim a segunda de três finais contra os red devils. Um histórico recente nada favorável aos homens de Manchester.