Cabeçalho Liga Inglesa

Liverpool e Stoke se enfrentaram neste sábado, 8 de abril, no Bet365 Stadium, casa do Stoke City. O jogo era válido pela 32ª rodada da Premier League e os Reds venceram o confronto por 2 x 1, de virada. Os gols da equipe de Liverpool foram marcados pelos brasileiros Roberto Firmino e Philippe Coutinho, que entraram no jogo já no segundo tempo. A vitória deixou a equipe, provisoriamente, na terceira colocação da competição.

Entretanto, para o futebol brasileiro esse jogo teve outro significado. Com o gol marcado, o meia Philippe Coutinho se tornou o maior artilheiro brasileiro da história da Premier League – com 30 gols assinalados e ainda conta com 28 assistências – ultrapassando o genial Juninho Paulista que fez história no Middlesbrough. Curiosamente, tanto o Coutinho quanto o Paulista, são meias de criação e não atacantes de ofício. Pensando dessa maneira é bem possível que em pouco tempo o atacante Gabriel Jesus, do Manchester City, tome o topo da tabela de artilheiros brasileiros no Campeonato Inglês.

Vale ressaltar que o brasileiro, naturalizado espanhol, Diego Costa tem 49 gols na história da Premier League. Mas para as estatísticas da competição o sergipano é considerado espanhol.

Coutinho comemorando um dos 30 gols que fez com a camisa do Liverpool. No Anfield a torcida o recebe de braços abertos Fonte: thisisanfield.com
Coutinho comemorando um dos 30 gols que fez com a camisa do Liverpool
Fonte: thisisanfield.com

Mas a trajetória de Philippe Coutinho na Europa não foi apenas marcada por grandes atuações e números impressionantes. Vendido para a Inter de Milão em 2008 – quando tinha apenas 16 anos – por irrisórios 3.8 milhões de euros, o jogador chegou à Itália dois anos mais tarde, em 2010. Até à mudança para a Europa, Coutinho continuou atuando no seu clube formador, o Vasco da Gama.

Anúncio Publicitário

Contudo, o brasileiro não foi brilhante no time de Milão. Esteve por quatro temporadas vinculado à Inter sendo que em uma dessas temporadas foi emprestado ao Espanyol-ESP, onde teve uma ótima passagem. Na temporada 2012/13 foi negociado com o Liverpool por 14 milhões de euros, e essa venda ainda é profundamente lamentada pela diretoria do clube italiano.

“Ter vendido Coutinho é um dos maiores arrependimentos que tenho, em 20 anos de Inter de Milão”, afirmou o diretor esportivo do clube, Piero Ausilio.

Porém, se o dirigente italiano lamenta a venda de Coutinho não podemos dizer o mesmo do jogador, pois parece que o destino do “Garoto de Ouro” de São Januário era realmente em Liverpool. Coutinho evoluiu muito o seu futebol em Inglaterra e ainda tem apenas 24 anos.

O bom momento vivido por Philippe Coutinho também dá ao Brasil uma boa perspectiva na próxima Copa do Mundo. Para quem achava que essa geração do Brasil era fraca, não é nada mal termos Neymar, Coutinho e Gabriel Jesus em grandes fases.

 Foto de capa: Liverpool FC

Artigo revisto por: Diana Martins