A CRÓNICA: E EM DEZ MINUTOS TUDO MUDOU…

O Tottenham Hotspur FC de José Mourinho recebeu o West Ham United FC, orientado por David Moyes, em partida a contar para a 5ª jornada da Liga Inglesa, num embate entre duas equipas que se encontravam num grande momento de forma.

A formação orientada pelo técnico português entrou no encontro a todo o gás, com dois golos em dez minutos, primeiro por intermédio do inevitável Heung-Min Son, no primeiro momento de ataque dos spurs na partida, e depois por Harry Kane, num lance de grande qualidade individual. O marcador voltou a alterar-se à passagem do minuto 16, novamente a favor da equipa da casa, e novamente pelos pés de Kane. Os irons mostraram muitas dificuldades a todos os níveis nos primeiros 45 minutos, sendo completamente dominados pela formação do Tottenham, o que permitiu à formação de Mourinho regressar aos balneários com uma vantagem muito confortável na partida.

No segundo tempo, a turma de Moyes entrou naturalmente mais forte na partida, correndo atrás do prejuízo, mas os spurs mantiveram-se sempre muito compactos e consistentes defensivamente, acabando por controlar facilmente as investidas dos hammers, até aos últimos dez minutos da partida, em que a figura do jogo mudou por completo. Quando o resultado parecia muito bem encaminhado para os caseiros, o West Ham colocou a bola no fundo das redes defendidas por Hugo Lloris por três vezes (!), primeiro por Balbuena, após a marcação de um livre, depois graças a um autogolo de Davidson Sánchez e por fim, no último minuto do tempo de compensação, com uma autêntica bomba do recém-entrado Manuel Lanzini, num momento de futebol simplesmente sensacional.

Depois de estar a vencer por três golos de diferença, o Tottenham só se pode culpar a si próprio por deixar fugir a vitória e os três pontos, ainda que com muito mérito do West Ham, que acreditou até ao apito final. Com este resultado, a turma de Mourinho ocupa o sexto lugar da tabela classificativa, enquanto que o hammers sobem até ao oitavo posto. Nota ainda para o regresso de Gareth Bale, que voltou a vestir a camisola dos spurs sete anos depois.

Anúncio Publicitário

 

A FIGURA

Manuel Lanzini – Apesar dos bis de Harry Kane, a entrada do médio argentino na partida foi absolutamente determinante, tendo apontado o tento do empate da sua formação à lei da bomba, mesmo em cima do apito final.

 

O FORA DE JOGO

Condescendência dos spursDepois de uma entrada frenética no encontro, em que conseguiram criar uma vantagem de três golos nos primeiros dez minutos de jogo, a formação do Tottenham Hotspur FC acomodou-se na partida, especialmente na segunda parte, permitindo o empate ao West Ham United FC, quando já se esperava uma vitória da equipa da casa.

 

ANÁLISE TÁTICA – TOTTENHAM HOTSPUR FC

Os pupilos de Mourinho apresentaram-se num sistema tático base de 4-2-3-1, alterando-se para algo como um 4-1-4-1 no momento defensivo. Já na fase de transição, e pela falta de um médio de cariz mais ofensivo, tendo em conta a ausência de Lo Celso, foi Harry Kane o homem que mais vezes fez a ligação meio-campo­­-ataque. A formação do norte de Londres manteve-se quase sempre muito bem organizada taticamente e compacta defensivamente, até aos últimos dez minutos do encontro em que permitiu, por culpa própria, o empate ao adversário.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Lloris (6)

Aurier (7)

Sánchez (6)

Alderweireld (7)

Reguilón (6)

Sissoko (7)

Hojbjerg (6)

Ndombélé (7)

Bergwjin (6)

Kane (9)

Son (8)

SUBS UTILIZADOS

Bale (6)

Winks (6)

Lucas (-)

ANÁLISE TÁTICA – WEST HAM UNITED FC

Os hammers entraram em campo dispostos num dispositivo tático de 5-4-1. A formação orientada por David Moyes mostrou dificuldades em entrar no jogo, mostrando muita desorganização, cedendo espaço entre linhas aos homens dos spurs, bem como incapacidade de ter bola e sair em construção, pecando na ligação intersectorial. No segundo tempo a postura da equipa mudou, correu atrás do prejuízo e acabou por ser feliz nos últimos dez minutos do encontro.

 

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Fabianski (6)

Coufal (6)

Balbuena (7)

Ogbonna (6)

Cresswell (7)

Masuaku (5)

Bowen (6)

Soucek (6)

Rice (6)

Fornals (6)

Antonio (6)

SUBS UTILIZADOS

Yarmolenko (6)

Lanzini (7)

Snodgrass (-)