A CRÓNICA: CHIESA DE PÉ QUENTE EM NOITE ‘SIM’ DA JUVENTUS FC

O velhinho San Siro (também conhecido por Giuzeppe Meazza) voltou a ser palco de um grande duelo, à 16.ª jornada da Liga Italiana, que opôs dois candidatos à conquista da competição, o AC Milan, atual líder do campeonato, e a Juventus FC, na sétima posição. As duas equipas protagonizaram também um duelo entre portugueses.

Ambas as formações entraram bem na partida, dispondo de boas oportunidades para fazer golo nos primeiros minutos da partida, mas seriam mesmo os visitantes a inaugurar o marcador. As redes abanaram pela primeira vez à passagem do minuto 18, por intermédio de Federico Chiesa – assistido com grande classe por Dybala – que três minutos antes tinha colocado os milaneses em sentido com uma grande bola que embateu no poste direito da baliza defendida por Donnarumma.

O AC Milan tentou reagir e foi crescendo na partida, com Rafael Leão em destaque, mas Szczęsny foi travando com eficácia as investidas dos rossoneri, até à passagem do minuto 40, momento em que Calabria restaurou a igualdade na partida depois de um bom envolvimento ofensivo da equipa da casa.

No segundo tempo a Juventus entrou melhor e acabou mesmo por voltar a colocar-se na frente no marcador, ao minuto 62, novamente por Chiesa que com um grande remate colocado não deu qualquer hipótese de defesa a Donnarumma. O Milan não conseguiu responder e mostrou muitas dificuldades de transição, face à excelente organização da Juve.

Anúncio Publicitário

Com a superioridade completa no encontro, os visitantes dilataram ainda mais a vantagem ao minuto 76, pelos pés do recém-entrado McKennie. Até ao apito final o resultado não sofreu mais alterações e a formação de Cristiano Ronaldo saiu da casa do líder com os três pontos.

Com este triunfo, a turma de Turim sobe ao quarto lugar, com 30 pontos, enquanto que os rossoneri se mantém na liderança do campeonato com 37 pontos, graças ao deslize do FC Internazionale Milano frente à UC Sampdoria.

 

A FIGURA


Federico Chiesa – O jovem jogador italiano registou uma grande exibição e foi decisivo na partida ao apontar dois dos três tentos da vecchia signora, sendo o melhor jogador em campo até à substituição ao minuto 63’.

O FORA DE JOGO


Jens Petter Hauge – Exibição apagada do médio norueguês, que pouco se deu ao jogo, acabando mesmo por ser a primeira alteração na formação do AC Milan.

 

ANÁLISE TÁTICA – AC MILAN

A formação orientada por Stefano Pioli apresentou-se num dispositivo tático base de 4-2-3-1, com Diogo Dalot e Rafael Leão no onze incial. A formação da casa foi a mais perigosa na primeiro parte, apostando em transições rápidas de maneira a surpreender a organização da Juventus FC e, consequentemente, chegar com assertividade à baliza adversária.

No segundo tempo, o rendimento dos rossoneri desceu bastante, muito por culpa dos ajustes efetuados pela vecchia signora, principalmente no centro do terreno, que não permitiram à equipa da casa utilizar o estilo de jogo de contra-ataque e ataques rápidos apresentado nos primeiros 45 minutos.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Donnarumma (6)

Dalot (6)

Kjaer (6)

Romagnoli (6)

Hernández (6)

Calabria (7)

Kessié (6)

Castillejo (6)

Çalhanoğlu (7)

Hauge (6)

Rafael Leão (6)

SUBS UTILIZADOS

Brahim (6)

Maldini (6)

Conti (-)

 Colombo (-)

Kalulu (-)

 

ANÁLISE TÁTICA – JUVENTUS FC

A armada de Andrea Pirlo dispôs-se em campo num sistema tático de 4-4-2. A Juventus FC entrou bem na partida, com rápidas combinações que permitiu desorganizar o adversário nos minutos iniciais do encontro, permitindo-lhes chegar ao primeiro golo da partida. A intensidade foi descendo, permitindo a resposta ao AC Milan no primeiro tempo, com Szczęsny a evitar males maiores.

No segundo tempo a vecchia signora entrou muito bem, dominando por completo o meio campo, ao impedir a criação de jogo por parte do adversário, que não registou qualquer oportunidade de golo nos segundos 45 minutos.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Szczęsny (8)

Frabotta (6)

De Ligt (6)

Bonucci (7)

Danilo (7)

Ramsey (7)

Bentancur (7)

Rabiot (6)

Chiesa (8)

Ronaldo (7)

Dybala (7)

SUBS UTILIZADOS

Kulusevski (6)

McKennie (6)

Arthur (6)

 Bernardeschi (6)

Demiral (-)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome