Anterior1 de 6

Com a chegada do português à AS Roma, e não obstante o surpreendente terceiro lugar que a equipa da capital ocupa na presente data, o desafio passa por criar uma estabilidade desportiva que não tem sido apanágio do emblema de Francesco Totti.

A herança é pesada, já que Monchi é considerado um dos dirigentes mais experientes e objetivos da atualidade, tendo implementado um modelo de negócio que embora tenha rendido milhões de Euros à equipa Romana, nem sempre foi acompanhada de sucesso desportivo.

Com um plantel jovem, um treinador de qualidade e um plano desportivo e de mercado bem estruturado, a dupla Tiago Pinto – Paulo Fonseca vai tentar conduzir a AS Roma a tempos dourados que tanto tardam em surgir.

Seguem as 5 contratações “realistas” do ponto de vista de mercado, que podem ajudar a fortalecer o plantel da AS Roma.

Anúncio Publicitário
Anterior1 de 6

Artigo anteriorO 11 do século XXI do Vitória SC
Próximo artigoBelenenses SAD 0-2 FC Paços de Ferreira: Castores sobem para quinto!
O Diogo é Advogado, nascido e criado no Porto. Tem um mestrado em direito do trabalho e uma pós-graduação em gestão do futebol. Adora desporto, especialmente futebol, ao qual dedico grande parte do seu tempo livre. Já participou na elaboração de um livro de direito do desporto e a sua tese de mestrado é sobre o regime jurídico dos treinadores de futebol. Começou por ser jogador, passou para treinador e agora joga novamente numa equipa de Gondomar.                                                                                                                                                 O Diogo escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome