cab serie a liga italiana

A Juventus está nos quartos de final da Liga dos Campeões. Para meu júbilo, para ser sincera. A vecchia signora venceu categoricamente o Borussia Dortmund no Westfalenstadion por 3-0, e temos de o dizer: mesmo com a crise da equipa alemã, nem todos são capazes de o fazer. Mas a Juve não é uma equipa qualquer.

O séc. XXI começou bem, com a Bola de Ouro de Nedved e dois campeonatos consecutivos. Mas depois vieram os escândalos: corrupção, resultados combinados e subornos; a Juventus foi pontapeada para os escalões inferiores e obrigada a atingir novamente o palmarés de mais de um século. Degrau a degrau, ignorando as humilhações, com o apoio nas bancadas e a raça de Del Piero, os bianconeros regressaram à Serie A e fizeram o que ninguém esperava. Foram subindo na tabela, são tricampeões italianos e estão a caminho de mais um campeonato. Vai escapando a glória europeia.

Esta Juve da segunda década do século é diferente; tem juventude, garra, querer; quer ganhar, quer ser o que já foi. Pogba trouxe elegância e modernidade. Pode talvez estar cumprir a sua última temporada ao serviço da Juventus, mas fá-lo brilhantemente. Arturo Vidal é um excelente organizador, Tévez leva ao desespero os centrais e ainda tem lances de génio. E Morata. Dá a esta Juve o seu coração, e ela devolve, se tudo correr bem, com gratidão e títulos.

Pirlo, o maestro da Jue  Fonte: Wikipédia
Pirlo, o maestro da Juve!
Fonte: Wikipédia

Parágrafo para falar de coisas diferentes, de um homem diferente: Andrea Pirlo. Sempre o admirei enquanto jogava no Milan e como capitão da azurra, e foi com enormíssima alegria que o vi transferir-se para o meu clube italiano predilecto. Colmatou a dor da saída de Del Piero. É o maestro, o capitano ventuno; orquestra os outros 10 heróis que estão a repor a Juve no sítio onde ela merece estar. Passes magistrais, livres marcados como se estivesse a jogar PlayStation, subtileza a tocar na bola, como se de um filho se tratasse. Obrigada, Pirlo. Graças a ti escolhi ser médio-centro quando ainda nem tinha resistência para o ser.

Anúncio Publicitário

Podia estar aqui o dia todo a elogiar Buffon, Chiellini, Evra e Llorente. Mas é mais importante dizer que todos estes jogadores, juntamente com aqueles que já saíram (como Felipe Melo), mostraram que é possível bater no fundo e voltar a estar no topo do Mundo. Que grande lição, que clube. A Juventus está nos quartos de final da Liga dos Campeões. Venha o Mónaco.

Foto de Capa: Facebook da Juventus

Comentários