O Brescia Calcio ocupa atualmente o 19.º lugar do campeonato italiano, tendo conseguido sair da última posição na passada jornada, com uma vitória por uma bola a zero no terreno da SPAL, seu adversário direto, com um golo solitário de Balotelli, provocando a troca de posições na tabela classificativa entre os dois clubes.

A equipa do norte de Itália, que na época transata militava no segundo escalão do futebol transalpino, conta com jogadores experientes no seu plantel, tais como o defesa Daniele Gastaldello, os médios Dessena e Rômulo Caldeira e os avançados Donnarumma, melhor marcador da equipa com cinco golos, e Alessandro Matri de 35 anos, que pertenceu aos quadros de AC Milan e Juventus FC, e ainda conta com o centro campista de 19 anos Sandro Tonali, que foi uma das figuras incontestáveis da subida do Brescia à Serie A e é uma das maiores promessas do futebol italiano na atualidade, somando para já três internacionalizações pela seleção principal italiana. Mas a figura mais mediática deste plantel é, sem dúvida, o ponta de lança italiano Mario Balotelli, conhecido pela sua qualidade, mas também pelas suas atitudes controversas, tanto dentro quanto fora das quatro linhas.

Depois de uma enorme controvérsia, no passado mês de novembro, envolvendo o treinador do Brescia, Fabio Grosso, e Balotelli, no qual o treinador e antigo jogador italiano expulsou o avançado de um treino após mais uma atitude polémica. Fabio Grosso disse publicamente que só voltaria a apostar no jogador após este “mostrar determinação e entusiasmo”, Balotelli foi o herói numa vitória que pode marcar a reviravolta do Brescia no mau momento de forma em que se encontra.

Fonte. Brescia

O Brescia vive momentos de instabilidade, mas com o regresso ao comando técnico do clube de Eugenio Corini e logo com o regresso aos triunfos, o clube transalpino surge com uma esperança renovada. Corini abandonou o cargo de técnico do Brescia após a décima primeira jornada, conquistando apenas sete pontos, e foi substituído por Fabio Grosso, que não foi capaz de fazer melhor, sendo despedido após três derrotas no mesmo número de jogos e dez golos sofridos no campeonato. Após o despedimento de Grosso, o Brescia fez regressar Corini, que reentrou com o pé direito na Serie A.

Anúncio Publicitário

Do meu ponto de vista, este regresso de Corini é um bom presságio para o clube que ocupa a penúltima posição na tabela do campeonato. Com o regresso do treinador, surgiu o regresso às vitórias, e com o golo decisivo a ser apontado por um jogador tão talentoso e experiente, mas ao mesmo tempo tão polémico, Mario Balotelli, que teve problemas com o seu antigo treinador. Aliando a experiência à qualidade, acredito num virar da página para o Brescia, que no meu ver terá como principais figuras Balotelli e Tonali, sendo que com a sua qualidade de passe, bom posicionamento e maturidade em campo em tão tenra idade, que lhe valeu a alcunha de “novo Pirlo”, acredito que será dentro de pouco tempo que sairá para um clube de maior importância.

O Brescia vai defrontar no próximo sábado, dia 14, o Lecce, que ocupa a 15.ª posição na tabela com 15 pontos, mais cinco que o Brescia, podendo o emblema comandado por Corini sair da zona de despromoção em caso de vitória e, se o Genoa e a Sampdoria perderem pontos.

Foto de Capa: Brescia Calcio

Comentários