internacional cabeçalho

No último ano, quando fiz um artigo sobre alguns jovens do campeonato argentino que podiam dar o salto para o futebol europeu, Luciano Vietto ainda era a principal figura do Racing Avellaneda. Ao mesmo tempo, Paulo Dybala estava na Serie B italiana, mais concretamente no Palermo, clube que lhe abriu as portas do Velho Continente. A ascensão dos dois jovens no último ano foi absolutamente fantástica. Vietto transferiu-se para o Villarreal e tem brilhado no ataque do Submarino Amarelo, sendo um dos jogadores em maior evidência no campeonato espanhol; Dybala, depois de ajudar o Palermo a subir de divisão, está a ser uma das grandes figuras do emblema siciliano e o presidente já disse que não o deixa sair por menos de 40 milhões.

O Villarreal tem um historial muito interessante de aposta em sul-americanos, e Vietto tem tudo para ser mais um caso de sucesso. Contratado ao Racing por 5,5 milhões, um valor bastante acessível, o argentino não teve quaisquer problemas na adaptação e está a justificar plenamente o investimento. Titularíssimo na frente de ataque do Submarino Amarelo, o jovem de 21 anos já leva 8 golos no campeonato (11 em todas as competições) e tem sido preponderante na manobra ofensiva da equipa de Marcelino Toral. Vietto é, efectivamente, um avançado muito completo. Tem uma qualidade técnica muito acima da média, sobretudo com o pé direito, pensa e executa rápido e tem demonstrado excelentes atributos na finalização, impressionando pela facilidade de remate e sentido de baliza. Com muita mobilidade, é muito astuto nas movimentações e tem-se entendido na perfeição com Uche, com quem forma uma dupla extremamente interessante.

Vietto tem estado em grande no Submarino Amarelo
Fonte: Facebook do Villarreal

Já não há dúvidas de que Dybala é o herdeiro de Pastore na Sicília. A cumprir a segunda época no clube, o avançado explodiu definitivamente e é claramente o activo mais valioso do Palermo nesta fase. Quem o quiser, terá de pagar muito bem. O argentino, que tem características algo semelhantes às de Vietto, embora seja menos “elegante” no seu jogo, finalmente conseguiu aliar as boas exibições aos golos (já tem 9 no campeonato) e está, sem surpresas, a despertar a atenção de emblemas de maior dimensão. Com 21 anos, Dybala tem estado a um nível extraordinário e não deve demorar a dar o salto. É um jogador versátil, explosivo, com uma qualidade técnica assinalável, com muita capacidade de desequilibrar no 1×1 e um poder de finalização fora do comum, especialmente com o pé esquerdo. O Palermo tem uma jóia com um potencial tremendo e a sua dupla de ataque (Franco Vázquez também tem brilhado) tem sido absolutamente decisiva na boa temporada do clube, que ocupa o sétimo lugar.

Vietto e Dybala têm uma qualidade que não engana e são jogadores a seguir com muita atenção nos próximos tempos. O percurso que estão a fazer nos respectivos clubes certamente irá levá-los para os grandes palcos europeus, onde o seu futebol poderá atingir patamares altíssimos. No que diz respeito à selecção, que tem opções que nunca mais acabam no ataque, terão de esperar e conquistar estatuto, e não é certo que haja espaço para os dois. Veremos isso mais tarde, porque agora o melhor é desfrutar da genialidade dos dois craques argentinos.

Foto de Capa: Facebook do Palermo

Comentários