liga_italiana

Com o ano de 2014 prestes a terminar, o Bola na Rede faz uma viagem pelos últimos 365 dias. Numa série de artigos, destacar-se-ão os protagonistas que marcaram um ano repleto de momentos que permancerão na memória de todos os amantes de Desporto.

GR: Perin (Génova)
Uma das grandes revelações da Serie A. Os 11 jogos sem sofrer golos na época passada e os 6 que leva na presente temporada asseguram-lhe o lugar neste 11 e atestam-no como o mais promissor guarda-redes do campeonato.

DD: Lichsteiner (Juventus)
O suíço é uma autêntica locomotiva no flanco direito dos campeões italianos. No ano de 2014 somou 10 assistências e 4 golos. Um ano produtivo e consistente deste lateral direito.

DC: Benatia (Roma)
O marroquino foi o coração da defesa romana no ano transacto e um dos ativos mais cobiçados do mercado. Apesar de já não morar na capital italiana, Benatia demonstrou mais do que o suficiente em 2014 para entrar nesta equipa.

DC: Chiellini (Juventus)
Um autêntico monstro todo-o-terreno na retaguarda bianconeri, completo e imperial.

DE: Darmian (Torino)
Outra das revelações da Serie A. Foi um dos responsáveis pela excelente época do Toro. Polivalente (na última época jogou mais à direita e nesta tem ocupado o lado esquerdo) e muito seguro a defender.

MD: Callejón (Nápoles)
Uma autêntica bala no corredor direito dos napolitanos. O espanhol, recém-chegado à Serie A, teve uma época de estreia de sonho e na presente temporada não perdeu o ritmo. Foram 28 golos e 14 assistências desde que chegou.

MC: Pirlo (Juventus)
O Arquitecto é magia e classe em estado puro. A idade não parece afectá-lo; soma e segue à medida que os anos passam. Foi considerado Jogador do Ano da Serie A pelos restantes jogadores pelo terceiro ano consecutivo, algo que comprova o que referi.

MC: Vidal (Juventus)
Se Pirlo foi o cérebro, Vidal foi o coração e o motor de todo o jogo da Juventus. Apesar de ter baixado de forma nesta época, a temporada passada foi verdadeiramente estonteante e assegurou o seu lugar neste 11.

ME: Cerci (Torino)
Já não habita em Turim, mas 13 golos e 12 assistências na época passada fazem dele um inegável merecedor de um lugar nesta equipa.

PL: Immobile (Torino) **
O artilheiro maior da competição na época passada não podia ter sido descartado deste 11. A estrela do Torino e a revelação da prova na última temporada; afinal de contas passou de 5 em 12/13 para 22 golos na época 13/14.

PL: Tévez (Juventus) *
O argentino é a estrela maior da Serie A. Golos, garra e magia. Os italianos estão encantados com El Apache.

Treinador: Rudi Garcia (Roma)
Chegou a terras transalpinas levantando um misto de esperança e desconfiança. O renascer da Roma tem muito do trabalho do francês.

* Melhor jogador
** Revelação

Menções Honrosas: Pjanic (Roma), Candreva (Lazio), Cuadrado (Fiorentina) e Borja Valero (Fiorentina).

Comentários

Artigo anteriorEquipa do Ano 2014: Ligue 1
Próximo artigoEquipa do Ano 2014: La Liga
O João é do FC Porto desde que sabe o que é futebol; por fora de terras lusitanas é um ferrenho adepto da Juventus e também um admirador incondicional do 3-5-2 e do 3-4-3. Tem o sonho de ser treinador do FC Porto e, enquanto não o realiza, alimenta a sua paixão pelo futebol através da escrita e de incontáveis horas de Football Manager.                                                                                                                                               O João não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.