A CRÓNICA: EQUIPAS PRIORIZAM ATAQUE E FAZEM PARTIDA ESPETACULAR PARA OS FÃS DE FUTEBOL

O duelo nerazzurri começou com um previsível domínio dos mandantes. Logo aos dois minutos, Darmian cruzou em busca de Lautaro, que não conseguiu ganhar a disputa contra os defensores, fazendo com que a bola sobrasse para Dzeko, que arrematou fraco e sem direção para fora.

A pressão inicial intensificou-se aos cinco minutos. Novamente pelo lado direito de ataque, desta vez Barella, cruzou para a área em busca de Lautaro. Entretanto, o resultado da trama foi diferente. Lautaro, inteligentemente, desloca-se da marcação e posiciona-se livre no meio da área para rematar em velocidade para o fundo da rede, com total precisão e potência distinta de El Toro.

Anúncio Publicitário

Como resposta, a Atalanta não ficou apenas na defesa, mas também criou perigo, principalmente com o remate de de Roon que passou perto da relva. Por outro lado, os ataques dos visitantes, deixaram certos espaços para o Inter criar oportunidades no contra-ataque.

Outra pintura foi produzida no estádio Giuseppe Meazza. Após criar diversas oportunidades, aos 30 minutos do primeiro tempo, a La Dea partiu para o ataque. Quando Zapata tentou realizar um passe a 12 metros da baliza, a bola pegou no defensor do Inter e sobrou para Malinovskyi. O médio-avançado ucraniano teve tempo de dominar, pensar e rematar com grande força no canto de Handanovic.

Malinovskyi não satisfeito com o canhão produzido no primeiro golo, aos 38 minutos, rematou novamente fazendo com que aquecesse as mãos de Handanovic. Por consequência, o guarda-redes defendeu, mas a bola sobrou para Rafael Tolói que teve o golo limpo para deixar o conjunto de Bergamo em vantagem em pleno Giuseppe Meazza.

Em grande forma, a La Dea entrou para o segundo tempo ainda com grande vantagem. Quase ampliando o resultado com três oportunidades consecutivas e claras, incluindo uma bola que acerta a baliza, com apenas cinco minutos jogados na segunda parte.

O jogo por parte dos visitantes continuou sem efetividade, esperando o erro da Atalanta, e o erro ocorreu aos 70 minutos de jogo. Numa bola perdida no meio pela equipa da Atalanta, Barella partiu rapidamente para o ataque pelo lado esquerdo e tocou para Di Marco. O jogador italiano rematou dentro da área com pouca força, desta forma, o guarda-redes Musso defendeu, mas a bola ficou para Dzeko que não perdoou e empatou o jogo no Giuseppe Meazza.

Aos 82 minutos, Dumfries pelo lado direito cruzou em direção de Dzeko, mas o defensor Demiral meteu a mão na bola ao tentar impedir o avançado da Inter de rematar a bola. Foi preciso ajuda do VAR, no entanto, o penálti foi assinalado. Di Marco teve a grande oportunidade da vitória e jogou a bola na barra.

A partir deste momento o jogo ganhou em emoção. Pois logo em seguida, a Atalanta partiu para o ataque e Handanovic acaba por entregar a bola para Piccoli que só rematou em direção a baliza livre. Golo que dava novamente vantagem para os visitantes. Como se não fosse emoção suficiente, o VAR foi novamente chamado e acabou por anular o golo da Atalanta, pois a bola em que Handanovic tinha entregado a Piccoli havia saído de jogo.

Finalmente, o jogo encerrou-se após devidas reviravoltas principalmente no final de jogo. Como resultado, os visitantes saem dececionados pela oportunidade desperdiçada. Por outro lado, a Atalanta também merecia a vitória, mas o empate no Giuseppe Meazza acabou por ser um resultado justo para ambas as equipas.

 

A FIGURA

Ruslan Malinovskyi – O médio avançado ucraniano que chegou na equipa de Bergamo há três épocas, consegue perceber completamente a tática pedida por Gasperino. Presente em todos os lados do ataque, a sua participação foi quase que perfeita. Participação na origem do segundo golo, o seu próprio golo e ainda um arremate no poste, fizeram com que Malinovskyi destacasse como o principal nome individual da partida.

O FORA DE JOGO

Hakan Çalhanoglu Uma das principais contratações para a atual época, o médio turco que veio do maior rival do Inter, parece que ainda não se adaptou totalmente ao outro lado de Milão. Com pouca produtividade e intensidade, Calhanoglu sofre com um estilo de jogo ainda por se adaptar, e acaba por ser um jogador perdido e por vezes escondido no setor do meio de campo nerazzuri.

 

ANÁLISE TÁTICA – FC INTERNAZIONALE

O técnico Simone Inzaghi apostou para o jogo o mesmo 3-5-2 que manteve a Nerazzurri invicta na liga italiana. Desta forma, a marcação com linhas mais defensivas e o uso da ligação direta com extrema força física do meio-campo continuam a ser as principais armas de Inzaghi.  O jogo do Inter, pouco fluiu após o primeiro golo. Os médios laterais da inter foram comprimidos pelos avançados adversários e poucas ações desenvolveram.

Para o segundo tempo, as substituições por parte da Inter trouxeram novo gás e uma maneira mais agressiva e física com a entrada de Di Marco no lugar de Çalhanoglu. Além disso, a troca de posicionamento de Barella para ser um médio central pelo lado esquerdo de ataque, foi essencial para subir a produtividade do Inter.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Handanovic (6)

Skriniar (5)

De Vrij (5)

Bastoni (5)

Darmian (4)

Barella (7)

Brozovic (5)

Çalhanoglu (4)

Perisic (4)

Dzeko (7)

Lautaro (7)

SUBS UTILIZADOS

Di Marco (7)

Dumfries (6)

Sanchez (5)

Satriano (5)

 

ANÁLISE TÁTICA – ATALANTA BC

Gian Piero Gasperini, em sua sexta época, também apostou numa defesa a três, como é de resto habitual, mas optou por um meio campo com quatro elementos, dois mais defensivos e dois mais ofensivos, no apoio ao avançado.  O jogo de retenção de bola por parte de Zapata e a movimentação de Gosens, e Malinovskyi foi essencial para o controle das ações de jogo principalmente no primeiro tempo. As substituições tiveram objetivo de manter a formação tática e apenas renovar o vigor físico dos jogadores da Atalanta.

11 INICIAL E PONTUAÇÕES

Musso (6)

Tolói (7)

Demiral (4)

Palomino (6)

Zappacosta (5)

Marten de Roon (5)

Pessina (5)

Freuler (6)

Gosens (5)

Malinovskyi (8)

Dúvan Zapata (7)

SUBS UTILIZADOS

Ilicic (6)

Piccoli (6)

Djimsiti(5)

Pasalic (-)

Mahele (5)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome