O embate entre o Sassuolo e o Milan, realizado no passado Domingo, em Modena, foi um dos mais emocionantes encontros desta temporada na Serie A. Um jogo com sete golos, em que o Milan desperdiçou uma vantagem de 0-2, acabando por perder por 4-3. A derrota constituiu o fim da linha para Massimiliano Allegri e a promoção de Seedorf a treinador dos rossoneri, algo de que eu, aqui no Bola na Rede, já tinha dado conta como forte hipótese.

Mas o grande responsável pelo epílogo de Allegri e, consequentemente, a grande figura da partida foi um jovem de 19 anos chamado Domenico Berardi. Ao apontar os quatro golos do Sassuolo, este teenager, que já pertence aos quadros da Juventus, fixou-se como o segundo melhor marcador do campeonato, com onze tentos. Só Giuseppe Rossi, avançado da Fiornetina, marcou mais no principal campeonato italiano.

Berardi nasceu no Sul de Itália, na cidade de Cosenza, apenas quinze dias após a derrota da Selecção italiana na final do Mundial de 1994, frente ao Brasil de Romário, Bebeto e Dunga. Foi na sua cidade natal que começou a dar os primeiros toques na bola, revelando, desde cedo, um talento fora de série. Formado nas escolas do Nuovo Cosenza, deu o salto, há apenas três anos, para o Sassuolo, onde se mantém.

A ida para o Sassuolo acabou por ser muito curiosa. De visita ao irmão que estudava em Modena, Berardi conversou com um olheiro do clube, que o convenceu a ficar na cidade para prestar testes na equipa local.

Berardi festeja um dos golos marcados ao Milan / Fonte: theguardian.com
Berardi festeja um dos golos marcados ao Milan / Fonte: theguardian.com

Em 2012, com apenas 18 anos, fez a sua estreia no clube, num embate da Serie B, tendo marcado o seu primeiro golo, logo na partida seguinte, frente ao Crotone. A impressionante facilidade em transformar oportunidades de perigo em golo foi decisiva para a subida de divisão do Sassuolo.

Aliando os golos à capacidade de se movimentar constantemente no sector mais atacante, com diagonais capazes de iludir os mais fortes defesas, Berardi chamou a atenção da Juventus, que não desperdiçou a oportunidade de o contratar.

Em Setembro passado, a Juve pagou 4,5 Milhões de Euros pelo passe de Berardi e decidiu manter o jovem jogador no Sassuolo, para que este pudesse ter mais espaço para jogar e mostrar as suas capacidades goleadoras.

Se é verdade que Antonio Conte, treinador da Juventus, preferiu optar pelo empréstimo esta temporada, a verdade é que, a jogar assim, Berardi tem tudo para integrar o plantel da formação bianconera já na próxima temporada.

Para já, Berardi vai destruindo os seus adversários a cada jogo que faz no Sassuolo, como foi exemplo o embate do Milan. Alto (mede 1.85 m), forte, rápido e eficaz, Domenico Berardi será o grande trunfo do Sassuolo para evitar a despromoção e uma das grandes apostas de futuro para a Juventus e também para a Selecção italiana.

Comentários