12 jornadas disputadas na Eredivisie e são duas as equipas bem destacadas no topo da classificação e na luta pelo título: PSV e Ajax.

A equipa de Eindhoven, comandada por Van Bommel, tem dominado, com 12 vitórias em 12 jogos, inclusive, com uma goleada sobre o rival na corrida ao troféu, o Ajax, por 3-0.

O 4-3-3 montado pelo ex-internacional holandês privilegia o futebol de ataque. Prova disso são os 43 golos marcados no campeonato, até agora.

Na baliza, Jeroen Zoet; o quarteto defensivo é composto por Dumfries, à direita, Nick Viergever, que chegou do Ajax, e Daniel Schwaab no centro, e o espanhol Angeliño Tasende, na esquerda. No meio-campo, o trio é formado por Gastón Pereiro, Rosario e Hendrix. No ataque, Steven Bergwijn, à esquerda, e Hirving Lozano, à direita, dão apoio ao ponta-de-lança infalível Luuk de Jong, melhor marcador da prova, com 21 golos.

Em Amesterdão, a cinco pontos dos rivais líderes, vive o Ajax que, para mal dos pecados do Benfica, tem realizado uma boa campanha na Liga dos Campeões.

Ajax procura contestar o atual campeão holandês, PSV Eindhoven
Fonte: Eredivise

Numa equipa jovem, assente na qualidade da posse de bola e virada para o ataque, bem ao estilo holandês, a equipa de Erik tem Hag procura conquistar a Eredivisie, cinco anos depois, e ‘roubá-la’ à turma de Eindhoven.

Onana é o guarda-redes; Mazraoui o lateral-direito, o precoce líder de Ligt e Daley Blind os centrais, e , na esquerda, Tagliafico toma conta das subidas ao ataque. No setor intermédio, Schöne, de Jong e van de Beek estão atestados de talento e qualidade. Na frente, ainda habitam Ziyech, Tadić e Dolberg… sem esquecer outros nomes que acrescem mais qualidade noutras posições, tais como David Neres, Huntelaar ou Kristensen.

Na minha opinião, e dados os cinco pontos de diferença entre os dois emblemas, a forma como ambos têm ‘passeado’ na competição e deixado o terceiro classificado, Feyenoord, para trás, ainda há dois pontos interessantes a abordar.

O primeiro é a participação nas provas europeias. O PSV está perto de dizer adeus à Europa, já a continuação do Ajax parece certa… Por outro lado, o Ajax-PSV da segunda volta pode ter uma palavra mais ou menos certeira a dizer sobre o vencedor da Eredivisie.

Foto de capa: Eredivise

Comentários