Cabeçalho Futebol Internacional

Aberdeen é uma bela cidade escocesa com cerca de 200.000 habitantes. Banhada pelo Mar do Norte, também é conhecida como a Cidade de Granito, e pelo seu movimentado porto. Com uma indústria vocacionada para energia, em especial o petróleo e gás natural, foi a partir dos anos 80 que a cidade ganhou outra pujança económica, fruto da ligação às petrolíferas do Mar do Norte.

Para trás, parece ter ficado esquecido no tempo o seu clube mais representativo, o Aberdeen Football Club.

O Aberdeen FC foi fundado em 1899, e desde então joga no mítico Pittodrie, um pequeno e frio estádio (situado a escassos 500 metros do Mar do Norte) com capacidade para cerca de 22.199 espectadores, e que goza da particularidade de ter sido o primeiro estádio em todo mundo a ter todos os lugares das bancadas sentados e cobertos.

O clube conta no seu palmarés com quatro títulos de campeão escocês conquistados nas longínquas temporadas de 1954/1955, 1979/1980, 1983/1984, e 1984/1985), mas o ponto alto da sua história remonta à década de 80, designadamente à época de 1982/1983, quando de forma absolutamente surpreendente conquistou a Taça das Taças, derrotando na final o todo-poderoso Real Madrid por 2-1, após prolongamento.

Anúncio Publicitário
O frio Pittodrie Stadium veste-se de gala na recepção ao Celtic de Glasgow Fonte: http://www.dailyrecord.co.uk
O frio Pittodrie Stadium veste-se de gala na recepção ao Celtic de Glasgow
Fonte: http://www.dailyrecord.co.uk

Este feito permitiu ao Aberdeen disputar a Supertaça Europeia no ano seguinte. O campeão europeu na altura era o temível Hamburgo, e após o Aberdeen ter sobrevivido na primeira mão com um empate a zero golos na Alemanha, os pupilos de Alex Ferguson aproveitaram o factor casa para conquistar o troféu, averbando uma vitória por 2-0.

Nessa mesma época, a caminhada do Aberdeen na Taça das Taças parecia destinada a nova glória, no entanto a equipa viria a ser eliminada nas meias-finais pelo FC Porto, por 2-0.

A história do Aberdeen teve em Sir Alex Ferguson o seu grande obreiro. A juntar a estas duas surpreendentes conquistas europeias, o clube ganhou ainda mais 4 taças da Escócia, e uma Taça da Liga sob o seu reinado, não esquecendo os 3 títulos de campeão conquistados, tudo num hiato temporal de apenas 7 anos.

Os gloriosos anos 80 parecem perdidos no tempo, e após a Era Ferguson mais nenhum outro treinador logrou obter sucesso. O pior momento da história do clube chegaria mesmo na temporada de 1999/2000 quando terminou o campeonato no último.

No entanto, estava em marcha um plano para alargar o campeonato de 10 para 12 equipas, e realizou-se um playoff que opunha oúltimo classificado da 1ª liga e o 3º classificado do segundo escalão escocês. Por sorte, o adversário era o Falkirk, e como o seu estádio não cumpria os requisitos para receber jogos do primeiro escalão, o jogo não se chegou a realizar, e o Aberdeen continuou entre a elite do futebol escocês.

Foto de Capa: Daily Mail