Anterior1 de 2Próximo

Cabeçalho Futebol Internacional

O Estádio de Loro Boriçi, em Shköder, Albânia, serviu, na passada semana, de pano de fundo ao segundo jogo da selecção Kosovar a contar para o apuramento para o Mundial de 2018. Tratava-se de um jogo especial, entre duas formações que, em tempos não muito longínquos faziam parte do mesmo país, mas que hoje ouvem hinos diferentes antes do apito inicial do árbitro. A Croácia não seria certamente o adversário mais apetecível para a inexperiente formação do Kosovo, que vinha de um saboroso empate em Turku perante a Finlândia.

Os croatas, mais habituados a estas andanças, não se deixaram intimidar pelos altos níveis de entusiasmo do adversário, tratando logo de arrumar a questão e, com Mario Mandzukic em especial destaque, chegaram ao intervalo a vencer por três bolas a zero. O Kosovo lutava com as armas que tinha e tentava sempre que podia conferir intensidade ao jogo, mas os sucessivos erros no seu sector defensivo minaram a estratégia da equipa e foi sem surpresa que a partida terminou com uns claros 6-0 favoráveis a formação croata.

Fica para história, a derrota mais pesada da selecção kosovar até ao momento, mas a partida em si tinha outros motivos de interesse, que iam muito para além de toda a carga política e burocracias internacionais que rodeiam a primeira participação do Kosovo numa fase de apuramento para um Mundial de Futebol. No banco da formação kosovar estava um menino, sim, um menino, porque aos 16 anos ainda pouco mais somos do que meras crianças, de seu nome Labinot Kabashi, que foi chamado por Albert Bunjaki para os jogos de apuramento diante da Croácia e da Ucrânia.

O novo número 5 do combinado kosovar: Labinot Kabashi  Fonte: Página do Twitter – Kosovan Football
O novo número 5 do combinado kosovar: Labinot Kabashi
Fonte: Página do Twitter – Kosovan Football

Não foi seguramente por falta de jogadores que o seleccionador kosovar convocou um atleta com apenas 16 anos de idade, bem pelo contrário. Kabashi faz parte dos escalões de formação do FC Barcelona e já foi dito por muitos que tem um estilo de jogo muito semelhante ao de Andrés Iniesta. Bom tecnicamente e altamente disciplinado a nível táctico, Kabashi actua em qualquer uma das posições do triângulo do meio-campo em 4-3-3 ensaiado nas escolas do clube catalão e é actualmente um elemento chave na equipa juvenil orientada por Quique Álvarez. No último jogo antes de integrar os trabalhos da sua selecção, Kabashi apontou um dos golos do FC Barcelona na importante vitória por 3-2 diante do Júpiter.

Anúncio Publicitário

“Pensei que me estavam a pregar uma partida, mas depois apercebi-me que não e estou muito feliz. (…) É um orgulho poder representar o Kosovo.” –  Labinot Kabashi

O jovem médio não conseguiu esconder a surpresa e felicidade em poder representar a selecção do Kosovo, apesar de ter apenas 16 anos de idade. Numa curta entrevista concedida à Barça TV, Kabashi afirmou com todas as letras que era um orgulho poder representar a selecção kosovar e, num castelhano perfeito, frisou que ainda lhe custava a acreditar naquilo que estava a acontecer.

Anterior1 de 2Próximo

Comentários