Pedro Emanuel foi um nome que passou despercebido do futebol português por algum tempo. Eu pessoalmente, tinha deixado de ouvir falar dele quando tinha sido despedido do GD Estoril-Praia, na primeira metade da época 2017/2018.

Bem, a verdade é que nesta temporada, ele tinha feito uma viagem até à longínqua Arábia Saudita para se tornar o treinador do Al-Taawon, uma noticia que foi completamente ofuscada pela chegada de Jorge Jesus ao Al-Hilal, o clube mais poderoso do país. Eu confesso que a primeira vez que soube que Pedro Emanuel estava na Arábia Saudita, foi precisamente num jogo contra o Al-Hilal que foi notícia em Portugal pelo motivo de um momento de maior tensão com Jorge Jesus no final do jogo que terminara empatado a duas bolas.

Mas a verdade, é que foi ao serviço deste desconhecido clube saudita, que Pedro Emanuel deu mais um passo no legado que o próprio tem vindo a construir. Mas comecemos pelo início. Pedro Emanuel pendurou as botas no ano de 2009, iniciando imediatamente a sua carreira de treinador nos juvenis do FC Porto.

Na temporada seguinte, tornou-se adjunto de André Vilas-Boas na equipa principal, ajudando o clube a realizar uma das melhores épocas da sua história. Foi aí que Pedro Emanuel conquistou a primeira Taça de Portugal enquanto treinador, quando o FC Porto derrotou o Vitória SC no Jamor por 6-2.

Pedro Emanuel conquistou uma Taça de Portugal e competiu na Liga Europa pela Académica
Fonte: Associação Académica de Coimbra

Na temporada seguinte, iniciaria a sua carreira como treinador principal no futebol sénior, rumando à Associação Académica de Coimbra, e foi já na temporada de estreia que surpreendeu tudo e todos e conquistou mais uma Taça de Portugal, a segunda da história dos Estudantes, ao derrotar o Sporting por 1-0.

Após mais uma temporada em Coimbra e mais duas em Arouca, em 2015 teve a sua primeira experiência no estrangeiro, nos cipriotas do Apollon Limassol, clube ao serviço do qual conquistou mais uma Taça na temporada 2015/2016. Depois de uma passagem não muito bem sucedida pelo Estoril-Praia, seria no Al-Taawon que Pedro Emanuel faria história, ao levar o clube a conquistar o primeiro troféu da sua história, conquistando mais uma Taça para o seu palmarés.

Mesmo que Pedro Emanuel não seja o treinador mais conhecido e cotado, a verdade é que este não deixa de ser um legado muito interessante. E mais importante, é mais um treinador formado em Portugal que está a deixar marca no futebol mundial. Segundo a imprensa, Pedro Emanuel estará a caminho do Al-Ain, um dos principais clubes dos Emirados Árabes Unidos. Quem sabe se aí se seguirá a próxima Taça.

 

Foto de Capa: Al-Taawon FC

Comentários

Artigo anteriorOs 5 pontos positivos da época 2018/19
Próximo artigoDois títulos no ano zero
O Tiago é um jovem natural de Montemor-o-Novo, de uma região onde o futebol tem pouca visibilidade. Desde que se lembra é adepto fervoroso do Sport Lisboa e Benfica, mas também aprecia e acompanha o futebol em geral. Gosta muito de escrever sobre futebol e por isso decidiu abraçar este projeto, com o intuito de crescer a nível profissional e pessoal.                                                                                                                                                 O Tiago não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.