Berner Sport Club Young Boys. O nome do clube suíço que reescreveu história no passado sábado: o emblema de Berna conquistou o título suíço que escapava desde 1986 – há 32 anos!

Num plantel que conta com dois elementos que já pisaram relvados portugueses, casos dos ex-Benfica, Loris Benito e Miralem Sulejmani, o Young Boys confirmou este fim de semana a distância pontual matematicamente suficiente para garantir a glória. São 13 pontos de avanço a quatro jornadas do fim sobre o que era já o crónico campeão suíço: FC Basel, que erguia o troféu desde 2009/10.

Sem perder desde dezembro, a equipa comandada por Adi Hütter bateu em casa o Luzern (2-1), sendo protagonistas da vitória o experiente avançado francês Guillaume Hoarau e o camaronês Jean-Pierre Nsamé, os dois melhores marcadores da Liga helvética.

Como não poderia deixar de ser…as lágrimas e a emoção transbordaram quando os adeptos invadiram, em êxtase, o relvado do Stade de Suisse logo após o apito final do árbitro da partida.

Anúncio Publicitário
Jogadores não se contiveram nos festejos com o feito alcançado perante mais de 30 mil apaixonados adeptos
Fonte: Young Boys

A imagem mais paradigmática do momento histórico a que se assistiu no sábado foi talvez a do guarda-redes Marco Wölfli que, deitado no relvado, foi completamente engolido por colegas de equipas e fanáticos adeptos, tendo saído em ombros do relvado, ele que, aos 35 anos, tem toda uma carreira ligada ao Young Boys, não admira que seja idolatrado…Durante o jogo, ainda por cima, defendeu um penálti quando o jogo estava 1-1.

No banco está um técnico austríaco, de 48 anos, que, à terceira época ao serviço do clube fundado em 1898, conseguiu feito altamente meritório, levantando o título mais cobiçado internamente pela 12.ª vez na história do emblema depois de dois 2.º lugares nas duas anteriores temporadas e isto após experimentar o sucesso no seu país natal.

Na Suíça, perspetiva-se uma próxima época plena de emoção depois da hegemonia do Basileia ter conhecido uma interrupção ao fim de quase uma década. Hoje, nas ruas de Berna, grita-se alto e bom som: ‘Young Boys Meister!’.

Foto de Capa: Young Boys

Artigo revisto por: Jorge Neves