A França entrava em campo como favorita e, apesar de estar provado que neste Mundial o favoritismo não garantia nada, sabia que, em caso de vitória, carimbava a passagem à fase a eliminar. Por consequência, caso o Peru perdesse a partida, estaria eliminado do torneio. Matuidi entrou para o onze substituindo Tolisso e, na outra equipa, Tapia, por lesão, deu lugar a Aquino.

A equipa peruana entrou em jogo com mais necessidade de vencer e, talvez por isso, subiu as suas linhas de pressão, tentando chegar perto da baliza de Lloris. Por sua vez, a França respondeu com dois lances bastante perigosos, primeiro através de um remate de Pogba que passa muito perto do poste de Gallese e depois, de pontapé de canto, Varane sobe mais alto que os seus adversários, mas a bola passa ao lado. Também Griezmann, após uma bela combinação com Giroud, rematou à baliza, com o guarda-redes a fazer uma excelente defesa.

Anúncio Publicitário

Por sua vez, à meia hora de jogo e numa altura que a partida estava bastante equilibrada, o Peru dispôs de uma grande oportunidade de golo: Guerrero desvia Umtiti da frente e remata à queima-roupa para uma defesa com as pernas de Lloris. Já na resposta, Mbappé, que momentos antes tinha ameaçado com um lance de calcanhar, acabou mesmo por colocar a França em vantagem: Giroud remata à baliza de Gallese, a bola ressalta em Rodríguez e sobra para o jovem francês do PSG, que encosta para golo.

Se o Peru não foi para o intervalo com uma desvantagem maior, bem que o podia agradecer ao seu guarda-redes, que negou por diversas vezes as ofensivas francesas para golo.

Mbappé colocou a Feança em vantagem na primeira parte
Fonte: FIFA

O jogo recomeçou e a equipa sul-americana protagonizou logo duas substituições, entrando Farfan e Santamaria para os lugares de Yotun e Alberto Rodríguez. O extremo entrou muito bem na partida, estando presente numa jogada de bastante perigo para o Peru, em que desviou a bola para Aquino, que armou um portentoso remate fora da área e que deixou Lloris completamente batido, só sendo salvo pelo poste.

Os peruanos mostraram-se bem mais ofensivos neste segundo tempo, tendo sido suas as principais oportunidades de golo. Apostando principalmente em remates de meia distância e no apoio de Advíncula no ataque, conseguiam encostar durante diversas vezes os franceses ao seu meio-campo.

Do lado gaulês, a oportunidade mais perigosa chegou pelos pés de Dembelé (que entretanto substituiu Mbappé), que rematou ao lado da baliza de Gallese, que tinha ficado pregado ao chão.

A França acabou por garantir assim a passagem à fase seguinte, deixando o Peru cair por terra na segunda jornada, de uma forma inglória. Talvez fosse mais justo o empate para uma equipa que deixou tudo em campo e que, muitas vezes, encostou o favorito às cordas.

 

ONZES INICIAIS:

França: Lloris, Pavard, Varane, Umtiti, Lucas Hernandéz; Kanté, Matuidi, Pogba (N’Zonzi); Mbappé (Dembelé), Griezmann (Fekir), Giroud.

Peru: Gallese, Advíncula, Ramos, Rodríguez (Santamaria), Trauco; Aquino Sanchéz, Yotun (Farfan), Carrillo, Cueva (Ruidíaz), Flores; Guerrero.

Foto de capa:FIFA