SUÍÇA

O golo da Suíça  Fonte: UEFA
O golo da Suíça
Fonte: UEFA

A estrutura e a dinâmica de jogo da Suíça não surpreendeu ninguém, empurrando e sufocando, desde início a Abânia até chegar ao golo desejado, logo aos 5 minutos, autoria de Schar, na sequência de um canto batido por Shaqiri. A partir daqui, os helvéticos entraram num modo piloto automático, concedendo alguma permeabilidade no meio-campo e revelando algumas dificuldades na saída da bola… algo que conseguiram inverter depois de se ver em vantagem numérica. A partir daí, Dzemaili deu show. Primeiro, atirou ao poste, de livre e depois, no coração da àrea, atirou a rasar o poste da baliza de Berisha. O médio centro não se ficou por aqui na sua contribuição ao jogo e continuou a dinamizar o ataque suíço, contando com as contribuições preciosas de Shaqiri e Xhaka, que aproveitavam, eficientemente, o facto de o adversário ter um homem a menos para lhe “comer” o meio-campo, subir no terreno e continuar a criar oportunidades – Seferovic, servido por Shaqiri atirou ao lado.

A Suíça entrou no segundo tempo a gerir o ritmo de jogo, permitindo, por vezes, a subida albanesa para desferir venenosos contra-golpes, quase sempre guiados por Shaqiri e suportados pela capacidade táctica de Behrami e Xhaka, muito bem dotados posicional e tacticamente, fundamentais para suster a galvanização albanesa.

Seferovic continuou o seu duelo com Berisha, mas não o venceu. Também por mérito alheio, é certo, mas esse não explica tudo, porque o ponta-de-lança suíço teve três hipóteses flagrantes de golo e desperdiçou-as todas, quase que deitando por terra todo o trabalho e organização ofensiva da equipa suiça, que revelou interessante dinâmica nesse particular.

Os helvéticos ainda tremeram, na parte final, mas Sommer agigantou-se e fez grande defesa, que acabou com as esperanças do adversário em pontuar.

Anúncio Publicitário

Esperar-se-ia mais da capacidade de finalização da Suiça, um factor que pode ser decisivo, no caso da equipa helvética se apurar para a fase a eliminar.

Notas aos jogadores:

Sommer – 6

Lichtsteiner – 6

Schar – 6

Djourou – 5

Rodriguez – 6

Behrami- 7

Xhaka- 7

Shaqiri- 7

Dzemaili- 7

Seferovic- 5

Embolo- 5

Fabian Frei- 4

Gelson Fernandes- Sem tempo para avaliação