2.

A importância do jogo para ambas as equipas – É certo e sabido que todos os jogos são para se ganhar, mas há jogos mais motivadores que outros.

Com o empate de domingo no Stade de France, as aspirações de Portugal em estar novamente na fase final da Liga das Nações ganhou novo ânimo, uma vez que um empate em casa dos atuais campeões do mundo e o facto de jogar de igual para igual contra, provavelmente, a melhor seleção do mundo atualmente é motivo para ambicionar a mais e melhor. Se o grupo era complicado ao início, estando presentes os vice-campeões do mundo (Croácia) e os atuais vencedores (França), o objetivo de estar na “final four” tornou-se ainda mais real.

Quanto à Suécia, este é também um jogo fulcral nas suas aspirações que são o oposto das da seleção nacional portuguesa. Os nórdicos procuram evitar a descida à Liga B, ou seja, à segunda divisão desta competição, e pontuar é, no mínimo, obrigatório, pois se a Croácia levar de vencida a França, os suecos estão automaticamente despromovidos.