Fernando Santos anunciou hoje, pelas 12 horas (Portugal Continental), a lista de 25 convocados com que a Seleção Nacional vai encarar os dois próximos jogos de apuramento para o Mundial 2022, no Qatar, bem como o particular frente à seleção anfitriã da competição.

A partida frente à seleção do Médio Oriente realizar-se-á no dia 4 de setembro (17 horas), na Hungria, e será o interposto entre a receção à República da Irlanda (Estádio do Algarve, 19h45, 1 de setembro) e a visita a Baku, para defrontar o Azerbaijão (17h, 7 de setembro).

Posto isto, atentemos nas mais salientes novidades que encerra a lista anunciada pelo selecionador nacional. Desde logo, saltam à vista três estreias absolutas: Gonçalo Inácio, Diogo Costa e Otávio Monteiro. O central de 20 anos foi campeão nacional pelo Sporting CP, participando em 25 jogos na época transata, e assumiu-se como titular e como esteio dos leões esta temporada.

Sporting
Fonte: Carlos Silva / Bola na Rede

Perante a qualidade demonstrada e a necessidade de se dar início a uma remodelação do eixo da defesa portuguesa, sobretudo preparando a sucessão de Pepe (por mais que o aparente, não é eterno), a chamada de Inácio “é apenas lógica” (dizem-me que é uma frase emblemática de “O Caminho das Estrelas”). Com Rúben Dias, Domingos Duarte, Gonçalo Inácio e o próprio Pepe, Portugal fica muitíssimo bem servido no eixo defensivo.

Anúncio Publicitário

A segunda novidade prende-se com a convocatória de Diogo Costa, igualmente pouco surpreendente. O guardião de 21 anos tem mimetizado no FC Porto o que Inácio tem feito no Sporting CP: tem assumido a titularidade e tem correspondido com mestria. Mereceu a confiança de Fernando Santos e será a par de Anthony Lopes e Rui Patrício um dos três guarda-redes da seleção portuguesa.

Fonte: Diogo Cardoso / Bola na Rede

Encerrando o capítulo das estreias surge talvez a mais surpreendente: Otávio. As palavras de há uns meses de Fernando Santos e a postura do mesmo para com os jogadores naturalizados portugueses aparentavam indiciar que o médio de 26 anos dos dragões teria entrada impedida na seleção nacional. Contudo, no futebol quase nada é o que aparenta ser e quase tudo muda com imensa volatilidade.

Assim, Otávio acaba por integrar a convocatória, suprindo (com João Mário) as ausências de Renato Sanches e Sérgio Oliveira. E tem mostrado futebol – e números – para o merecer. De resto, a época transata foi mesmo a mais produtiva para o luso-brasileiro: fez cinco golos e 12 assistências, participando diretamente num total de 17 golos (o máximo de carreira havia sido 16, em 2019/20 e 2015/16, esta última ao serviço do Vitória SC).

Como referido acima, também João Mário faz parte dos convocados. O médio tem sido importante no início de época do SL Benfica e volta a receber votos de confiança de Fernando Santos. Todavia, a concorrência no meio-campo é de peso – João Palhinha, Rúben Neves, Bruno Fernandes, Bernardo Silva e não só. Todavia, Otávio e João Mário vêm por certo acrescentar qualidade.

Por fim, destacar outro interessante e importante regresso, o de Ricardo Pereira. O lateral do Leicester City FC retornou do período de lesão disposto a agarrar o seu lugar no habitual onze de Brendan Rodgers nos “Foxes” e a vontade, determinação e qualidade demonstradas não passaram despercebidas a Fernando Santos. Fará companhia a Cancelo no lote de laterais-direitos convocados (um lote de jogadores da Liga Inglesa, desde logo um atestado de competência).

Os restantes convocados não constituem qualquer novidade, não sobejando nada mais digno de registo ou reportagem. A qualidade abunda, resta cumprir os preceitos e respeitar os pergaminhos da Seleção Nacional e fazer valer o poderio que nos assiste. É de vital importância deixar já no início do apuramento para o Mundial 2022 a mensagem bem clara: queremos vencer!

Os 25 convocados de Portugal

Guarda-redes: Anthony Lopes (Olympique Lyonnais), Diogo Costa (FC Porto) e Rui Patrício (AS Roma)

Defesas: João Cancelo (Manchester City FC), Ricardo Pereira (Leicester City FC), Domingos Duarte (Granada CF), Gonçalo Inácio (Sporting CP), Pepe (FC Porto), Rúben Dias (Manchester City FC), Nuno Mendes (Sporting CP), Raphael Guerreiro (BVB Dortmund)

Médios: Danilo Pereira (Paris Saint-Germain FC), João Palhinha (Sporting CP), Rúben Neves (Wolverhampton Wanderers FC), Bruno Fernandes (Manchester United FC), João Mário (SL Benfica), João Moutinho (Wolverhampton Wanderers FC) e Otávio (FC Porto), Bernardo Silva (Manchester City FC)

Avançados: André Silva (RB Leipzig), Cristiano Ronaldo (Juventus FC), Diogo Jota (Liverpool FC), Gonçalo Guedes (Valencia CF), Pedro Gonçalves (Sporting CP) e Rafa Silva (SL Benfica)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome