Anterior1 de 3Próximo

O Senegal é o primeiro semifinalista desta edição da CAN, após ter vencido esta tarde o Benim pela margem mínima. O golo da vitória foi obra de dois jogadores que militam em clubes da cidade de Liverpool: Gueye, médio do Everton marcou, e Mané, avançado do Liverpool, assistiu.

O primeiro tempo foi dominado pelo Senegal, com mais posse de bola e mais remates que o Benim. A equipa treinada por Aliou Cissé mostrava-se calma e confiante com a bola nos pés, apostando em chegar com a bola controlada até área adversária e aplicando uma pressão agressiva no momento da perda de bola.

Já o Benim mostrou-se muito compacto defensivamente, com uma organização sólida e muito solidária, apostando sobretudo em contra-ataques e jogo direto para o possante Mounie. Apesar do maior domínio do Senegal nos primeiros 45 minutos, a melhor oportunidade pertenceu ao Benim. Aos 25 minutos, num livre batido para o coração da área, Mickael Pote desviou de calcanhar e fez a bola passar a centímetros do poste da baliza de Gomis.

Quando o árbitro deu por terminada a primeira parte, mantinha-se o nulo no resultado e ficava a sensação de que o espetáculo fora das quatro linhas tinha superado, até então, o espetáculo dentro das quatro linhas. Apesar de as bancadas se apresentarem bastante despidas, era impressionante como o ruído e o apoio dos adeptos se fazia ouvir de forma constante.

Na primeira parte, foi melhor o espetáculo fora do que dentro das quatro linhas
Fonte: CAF

Na segunda parte, o Benim igualou o Senegal, foi crescendo e ganhando confiança, aproximando-se com mais frequência e mais perigo da baliza adversária. O Senegal voltou mais apagado das cabines, não conseguindo desbloquear a sólida organização defensiva do Benim.

Apesar do Benim até estar melhor no jogo, foi o Senegal que chegou à vantagem, à passagem do minuto 70. Boa iniciativa individual de Mané, com o avançado do Liverpool a tocar para Gueye e o médio do Everton arrancou por ali fora e isolou-se, rematando colocado para o fundo das redes. Um golo made in Liverpool (a cidade e não o clube), que permitiu ao Senegal encarar os últimos 20 minutos com mais tranquilidade.

A tarefa para o Benim estava complicada e pior ficou com a expulsão de Verdon, após ter carregado Gueye quando este seguia novamente isolado. Até final, o Senegal aproveitou os espaços concedidos pelo Benim, que já não conseguia manter a sólida organização que apresentou noutros momentos do jogo, mas o marcador não mexeu mais.

O Senegal é o primeiro semifinalista da CAN 2019 e espera agora pelo jogo entre Madagáscar e a Tunísia para saber o seu adversário da próxima eliminatória.

ONZES INICIAIS E SUBSTITUIÇÕES

Senegal: Gomis, Gassama, Koulibaly, Sabaly, Kouyate, Gueye (Sané, 89’), Papa Ndiaye, Henri Saivet, Sadio Mané, Keita Baldé e Niang (Diagne, 64’)

Benim: Kassifa, Baraze, Adilehou, Verdon, Imorou, Adeoti, Mickael Pote (Doussou, 77’), Stephane Sessegnon, D’almeida (Mama, 69’), Soukou (Djigla, 81’) e Mounie

Anterior1 de 3Próximo

Comentários