Com a segunda escolha do Draft da NBA de 2019, os Memphis Grizzlies escolheram Ja Morant, um base vindo de Murray State University, uma pequena universidade de Division 1.

O jovem Morant passou dois anos no circuito da NCAA, onde foi o principal dínamo da equipa, alinhando em 65 jogos e terminando com médias de 19 pontos, 6 ressaltos e 8 assistências. Médias muito boas, mas a grande valia deste base é que parece estar constantemente ligado à corrente elétrica.

Anúncio Publicitário

Depois de uma época que culminou com o prémio de Rookie do Ano, tendo levado os Grizzlies ao play-in game onde a equipa acabou derrotada pelos Portland Trail Blazers – apesar dos seus 35 pontos – Ja Morant entrou para esta época como uma das estrelas em ascensão e com a pressão de ter de carregar um franchise que agora é seu.

O jovem de 21 anos não se amedrontou, e entrou com tudo este ano, mostrando que se continuar a evoluir desta forma, pode ser um dos bases de elite da liga norte-americana num futuro próximo.

Nos seus dois primeiros jogos, frente aos San Antonio Spurs e Atlanta Hawks, Morant conseguiu 44 e 28 pontos, respetivamente, mas já durante os jogos de pré-época mostrara uma compostura diferente da que viramos a época transata.

Morant é um base que partilha algumas semelhanças com Russell Westbrook ou um Derrick Rose jovem: bases extremamente atléticos, com uma capacidade de impulsão tremenda, e que dominam através do seu atleticismo. A tendência é que jogadores deste género se tornem dínamos ofensivos, mas que tenham alguma dificuldade em organizar o jogo coletivo através do passe.

Nestes primeiros jogos da época, vimos um Ja Morant a assumir o papel de motor no ataque, mas também de maestro, ao organizar os movimentos da sua equipa com uma confiança e calma acrescidas. O seu próximo será conseguir melhorar as suas médias de lançamento exterior e aumentar a sua intensidade defensiva, de forma a que, quando Jaren Jackson Jr. regressar de lesão, consiga colocar os Grizzlies na luta pelo play-in tournament e, quem sabe, nos playoffs.

É verdade que a amostra de jogos esta época ainda é curta para se retirarem grandes ilações, e depois da lesão sofrida no jogo frente aos Brooklyn Nets será preciso esperar que o jovem base não fique muito tempo fora de campo, mas não há grandes dúvidas de que se continuar a evoluir desta forma, Ja Morant tem todas as características para ser uma verdadeira estrela na NBA.

Foto de Capa: Memphis Grizzlies

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comente!
Por favor introduz o teu nome