logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

As 4 «superestrelas» da NBA que precisam de ser trocadas

2.

Chris Paul (Oklahoma City Thunder) – Este ano, Chris Paul provou a todos os críticos que ainda é um dos melhores bases da NBA e que consegue liderar uma equipa aos playoffs. Qualquer equipa que consiga trocar por Paul, vai receber um líder, um mentor para as camadas mais jovens da equipa e um jogador com imensa experiência. Os Thunder, apesar do sucesso desta época, não precisam de Chris Paul, dado que este não encaixa nos planos futuros desta organização, devido à sua idade avançada, comparada com os outros jogadores do plantel.

Os Thunder precisam de aproveitar e trocar Chris Paul, porque o seu valor nunca esteve tão alto. Um destino muito falado para o base de 35 anos são os Milwaukee Bucks. No entanto, estes não têm jogadores bons novos nem escolhas do draft apelativas para os OKC. Recentemente, surgiram rumores de que os Knicks estavam a preparar uma troca que consistiria no envio de Paul para Nova Iorque sob garantia de Kevin Knox, Frank Ntilikina e futuras seleções no draft. Um destino ideal para o base seria os Utah Jazz, mas esta organização teria de ser criativa nos jogadores e escolhas no draft a oferecer.

Desde os 11 anos apaixonado pela NBA e pelo basquete, o Martim encontrou formas de expressar esta paixão ao praticar basquete na sua equipa local e ao criar um canal no youtube para vocalizar esta paixão. Mais tarde encontrou a WWE e a NFL para complementar o seu interesse principal. Atualmente, está a tirar uma licenciatura em Relações Públicas e Comunicação Empresarial e nunca falha ao acompanhar os seus três desportos de coração.                                                                                                                                                 O Martim escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Desde os 11 anos apaixonado pela NBA e pelo basquete, o Martim encontrou formas de expressar esta paixão ao praticar basquete na sua equipa local e ao criar um canal no youtube para vocalizar esta paixão. Mais tarde encontrou a WWE e a NFL para complementar o seu interesse principal. Atualmente, está a tirar uma licenciatura em Relações Públicas e Comunicação Empresarial e nunca falha ao acompanhar os seus três desportos de coração.                                                                                                                                                 O Martim escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

FC PORTO vs CD TONDELA