logo-BnR.png

ÚLTIMA HORA:

NBA | Um Natal diferente… mas empolgante como o Habitual!

Já na cidade dos Anjos, LeBron James e Anthony Davis enfrentavam os Dallas Mavericks de Luka Doncic. A nível individual foi um jogo recheado! LeBron James a fazer 22 pontos com 7 ressaltos e ainda 10 assistências e Anthony Davis a adicionar 28 pontos com 8 ressaltos, e Luka fez frente com 27 pontos e 7 assistências. Os Lakers abriram o jogo a dominar, principalmente no jogo de transição rápida, e no cinco para cinco seriam Anthony Davis e Lebron que iam impondo o ritmo.

Do lado dos Mavericks aparecia Luka, a usar o que a defesa lhe dava fosse para marcar, fosse para assistir. Os Lakers iam liderando, usando o seu tiro exterior, e os Mavericks iam apenas evitando que estes não fugissem no marcador. LeBron ia usando a vantagem física que têm sobre Luka para marcar no 1 para 1, e os Lakers iam construindo uma liderança de dois dígitos.

Na segunda parte, com um jogo bastante completo, os Lakers não deixaram muita margem para erros, aproveitando os lançamentos exteriores que a defesa proporcionava e ainda ganhando a luta das tabelas na metade ofensiva tendo várias segundas oportunidades de pontuar. No ultimo período, os Lakers já entravam em velocidade cruzeiro, e apesar da tentativa de ir buscar o jogo de Dallas, já era tarde e a equipa de LA foi arranjando forma de pontuar e ganhar o jogo. No final, ficou garantida a vitória da equipa da casa por 138-115.

O último jogo foi o “matchup” que todos queríamos ver, foi o encontro entre os Denver Nuggets e LA Clippers. Depois de, nos playoffs de 2020, os Clippers terem deixado passar a oportunidade de marcar uma presença na final da Conferência Oeste, os jogos contra os Nuggets irão ser sempre diferentes.

Os Clippers entraram concentrados no jogo, e a construir uma vantagem no marcador desde muito cedo na partida. A diferença para os playoffs foi que os Clippers conseguiram manter a liderança até ao fim! Paul George voltou a brilhar como frente aos Lakers, no  primeiro jogo da época, com 23 pontos e 5 triplos marcados. Os Clippers dominaram a primeira parte, com algumas boas jogadas coletivas no cinco para cinco e também com Kawhi Leonard a individualizar e marcar nas jogadas “mortas”.

Kawhi Leonard anotou 21 pontos, apesar da sua saída prematura a meio do quarto período, depois de uma colisão com o seu colega de equipa Serge Ibaka, onde lesionou o queixo. Do lado dos Nuggets foram Jamal Murray com 23 pontos e Nikola Jokic com 24 pontos que iriam mantendo os Nuggets na partida, mas os Clippers estavam mais forte e detinham uma liderança de quase 20 pontos a meio do terceiro quarto. No quarto período, Murray pegaria no jogo, marcando vários triplos, mas os Clippers mantiveram a liderança e coletivamente encontravam formas de continuar a pontuar. Os Clippers seguraram a liderança até ao fim e ganharam por 121-108 na “Mile High City” em Denver, com Paul George a anotar 23 pontos com 9 assistências.

Assim passou mais um Natal, este com um sabor diferente para todos, mas que não deixou de nos alegrar. Com as equipas favoritas a levarem a vitória para casa, o destaque vai para o duo de Brooklyn, Kevin Durant e Kyrie Irving, que combinou 66 pontos para trazer a vitória para a cidade do Basquetebol. Apesar de ser cedo para especulação, este parece ser um ano em que as equipas de Este mais próximas se encontram competitivamente das equipas do Oeste. Mas, como sempre, é algo que apenas o tempo nos dirá.

Pratica desporto desde os cinco anos, idade em que começou a jogar Basquetebol. Jogou ao serviço da Associação Desportiva Ovarense durante 12 anos (nos quais três foi campeão distrital de Aveiro). É licenciado em Gestão (ensino em Inglês) pelo ISEG e estudante no Mestrado de Finance pela mesma instituição. Instituição pela qual ainda pratica Basquetebol, tendo conseguido chegar ao Top-8 Nacional em duas épocas consecutivas. É uma pessoa com uma paixão pela modalidade e com uma forte opinião sobre a mesma, sempre aberto a diferentes visões e novas experiências.                                                                                                                                                 O Vicente não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Pratica desporto desde os cinco anos, idade em que começou a jogar Basquetebol. Jogou ao serviço da Associação Desportiva Ovarense durante 12 anos (nos quais três foi campeão distrital de Aveiro). É licenciado em Gestão (ensino em Inglês) pelo ISEG e estudante no Mestrado de Finance pela mesma instituição. Instituição pela qual ainda pratica Basquetebol, tendo conseguido chegar ao Top-8 Nacional em duas épocas consecutivas. É uma pessoa com uma paixão pela modalidade e com uma forte opinião sobre a mesma, sempre aberto a diferentes visões e novas experiências.                                                                                                                                                 O Vicente não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

FC PORTO vs CD TONDELA