Anterior1 de 3Próximo

Este sábado o SL Benfica recebeu no Pavilhão N.º 1 da Luz o atual bicampeão nacional, a UD Oliveirense, a contar para a terceira jornada do campeonato nacional de basquetebol. Os encarnados, comandados por Carlos Lisboa, vinham de duas vitórias no campeonato frente ao Barreirense e ao Vitória SC, e defrontavam agora a Oliveirense antes de receberem os holandeses do Leiden, para a FIBA Europe Cup.

A equipa de Oliveira de Azeméis vinha igualmente de duas vitórias para o campeonato, frente ao Maia Basket e à Ovarense. A equipa de Norberto Alves entrava nesta jornada com a liderança partilhada do campeonato em igualdade pontual com Benfica, Sporting, Porto e Illiabum.

O jogo teve um começo tremido, com turnovers abundantes de ambos os lados. Um bom primeiro período, a nível defensivo, permitiu ao Benfica abrir uma pequena vantagem no marcador, vantagem que manteria até ao final do período. Do lado da Oliveirense foi notável o fraco controlo que detinham da sua tabela defensiva, permitindo muitos ressaltos ofensivos à equipa de Carlos Lisboa, sobretudo ao ex-Oliveirense Eric Coleman.

Micah Downs, com sete pontos, e Marc-Eddy Norelia, com nove, foram os destaques do primeiro período. Os encarnados foram com vantagem no final do primeiro quarto por 18-14.

A Oliveirense começou mal o segundo período, cometeu vários erros de cariz defensivo que permitiram ao Benfica aumentar a vantagem para oito pontos. Numa altura em que a Oliveirense estava mal começava o “show” de Norelia. O poste haitiano foi mantendo a equipa de Oliveira de Azeméis no jogo. Muito forte nas penetrações ofensivas e no 1-contra-1 de costas para o cesto, terminou o período com 20 pontos, o número mais elevado da partida, ao intervalo.

No lado encarnado, a equipa ia perdendo ritmo ao longo do período, com um ataque muito lento e pouco dinâmico. Os encarnados foram para o intervalo em decrescendo. As duas equipas foram para o intervalo com vantagem de apenas três pontos (38-35).

O SL Benfica foi para o intervalo a vencer por 38-35 e tínhamos um jogo muito equilibrado
Fonte: SL Benfica – Modalidades

No terceiro período o Benfica voltou a entrar forte, abrindo novamente uma vantagem de 8 pontos, e manteve a vantagem até aos últimos minutos do terceiro quarto. Uma série de turnovers e erros defensivos do Benfica permitiram a aproximação da Oliveirense. No último lance do período André Bessa, com um euro-step executado na perfeição, marcou em cima da buzina e deu à UD Oliveirense a primeira liderança desde o primeiro período.

Durante o terceiro período, Norelia continuou ao mais alto nível, tendo terminado o quarto com 28 pontos, com 67% de eficácia no lançamento, e oito ressaltos.

No quarto e último período, a Oliveirense voltou a repetir o hábito de entrar mal nos períodos, não tendo feito qualquer ponto nos primeiros três minutos. O jogo permaneceu muito equilibrado, até que Micah Downs (que estava a fazer um mau jogo ao nível do lançamento) marcou um triplo em suspensão, no último segundo de ataque, e deu cinco pontos de vantagem ao Benfica.

Os encarnados não deixariam escapar mais esta vantagem. O resto do período ficou marcado pela ineficácia nos lances livres da UD Oliveirense, ineficácia essa que contrastou com a extrema competência do SL Benfica nos lançamentos da marca de lance livre.

CINCOS INICIAS:

SL Benfica – Micah Downs, Toure Murry, Betinho Gomes, Arnett Hallman e Eric Coleman

UD Oliveirense – José Barbosa, João Balseiro, João Guerreiro, Shon Miller e Marc-Eddy Norelia 

Anterior1 de 3Próximo

Comentários