EUROPEU DE SONHO

Rafael Lisboa foi MVP e teve no 5 ideal do torneio
Fonte: SL Benfica

Depois de uma época maioritariamente passada na equipa secundária do SL Benfica (2018/2019), Rafael Lisboa foi umas das principais estrelas do Europeu de sub-20 divisão B, que se realizou em solo português, e que Portugal viria a conquistar. O jovem base português foi considerado o melhor jogador do torneio (MVP) e executou médias fantásticas (17.4 pontos, 3.1 ressaltos e 4.9 assistências por jogo).

Apesar da maioria das atenções estarem centradas em Neemias Queta (vinha de um NBA Combine), foi o base que agarrou os holofotes com exibições muito bem conseguidas, numa final épica (mesmo sem Neemias) na qual Lisboa demonstrou ter a capacidade de agarrar na equipa, quando ela mais urgiu. De resto, a sua influência no lado ofensivo do jogo faz-se sentir assim que pisa o campo de basquetebol- aconteceu com a seleção sub-20, no verão de 2019, e aconteceu nesta época, com o SL Benfica.

COMO SE DEFINE ENQUANTO JOGADOR?

Rafael Lisboa foi considerado um dos jogadores mais promissores do FIBA Europe CUP
Fonte: FPB

Enquanto jogador, Rafael até demonstra semelhanças ao pai, como base/extremo lançador e com excelente visão de jogo. Todavia, o jovem português é bem mais «apegado» à bola do que a lenda alguma vez foi. Carlos sempre se demonstrou mais perigoso sem bola e no «recebe e lança» (através essencialmente de staggers); o filho, paradoxalmente, cria perigo com bola, através do drible ou do seu próprio lançamento.

O jovem base português demonstra um lançamento muito rápido e de elevada eficácia, sempre procurando o lançamento exterior como primazia na sua seleção de lançamentos. Para além do tiro exterior, Lisboa é exímio a realizar «floaters» e a procurar finalizar perto do cesto, mesmo com a presença de jogadores com elevada estatura por perto.

Mas não é no lançamento que Rafael parece ser superior relativamente à concorrência. A sua capacidade incrível de assistir os colegas, de tomar quase sempre a decisão acertada e de ler o jogo como poucos são atributos que fazem do jovem português um dos melhores bases a atuar em Portugal. A juntar a isso, Lisboa segue de forma exemplar o sistema de jogo em que está inserido, adicionando naturalmente o seu requinte técnico nas suas ações.

Anúncio Publicitário

Em termos atléticos, Rafael não é de estatura elevada (1.82 metros), algo que o pode comprometer várias vezes em termos defensivos. Mas não seja este o revés que lhe impeça de singrar!

Mentalmente, Rafael não transmite a mesma personalidade extrovertida e positiva que o pai antes demonstrava, nem é o líder dentro de campo que se pede por vezes. Contudo, denota-se, pela entrega que tem ao jogo, a presença de um «animal de competição» destemido, sem medo de enfrentar os desafios.

Rafael Lisboa é um vencedor desde pequeno. Conjugando isso com a influência que acarreta na equipa, o jovem de 20 anos tem tudo para trilhar um caminho épico (que já iniciou) na sua carreira, e superar alguns números que o pai já efetuou um dia.

Foto de Capa: FPB

Artigo revisto.