Cabeçalho modalidadesDesde a chegada de Chris Paul que não faltam motivos de interesse à segunda equipa da cidade de Los Angeles. Um ataque muito organizado, onde todos podem dar uma contribuição, era o que se esperava do melhor distribuidor de jogo da NBA. Com Blake Griffin e DeAndre Jordan, e sempre que se mantiveram os três saudáveis, foram das melhores equipas da liga, jogando um basquetebol entusiasmante e muito difícil de superar. A final de conferência ainda não aconteceu, mas não se poderá considerar um fracasso se olharmos às equipas que têm dominado o Oeste. Spurs, Oklahoma e Golden State não têm dado espaço a ninguém.

Decorrido que está o primeiro mês de competição são o segundo melhor registo, têm o terceiro melhor ataque e a terceira melhor defesa. Boa parte dos jogos que pude ver destes Clippers estavam praticamente decididos ao intervalo, tal é o poderio apresentado. As exibições são convincentes e já se sonha que a equipa de Doc Rivers possa bater os favoritos.

É o seu trio fantástico que empurra a equipa para o sucesso, mas muitos outros têm talento para dar a sua contribuição. JJ Redick, Austin Rivers, Jamal Crawford ou Raymond Felton são role players interessantes, que conferem à equipa uma rotação bastante competitiva. Se para já essa rotação pode não ter profundidade suficiente para ombrear com os melhores registos da liga. É de prever que nos jogos a doer, quando os melhores jogares se mantiverem em campo mais tempo, o seu nível suba ainda mais.

Cris Paul almeja a sua primeira Final de Conferência, é o grande líder da equipa Fonte: LA Clippers
Cris Paul almeja a sua primeira Final de Conferência, é o grande líder da equipa
Fonte: LA Clippers

O problema vai estar nos adversários a enfrentar. Pela frente vão ter um dos melhores treinadores da história, por um lado, e um dos melhores ‘cincos’ da história, por outro. Warriors e San Antonio continuam favoritos, mas a luta está aberta.

É uma das equipas mais agradável de ver jogar, e não se pode considerar surpreendente. Com o elenco e o treinador que apresentam o resultado só poderia ser positivo. Estão numa conferência onde o nível das equipas mais fortes é elevadíssimo e por isso é muito difícil que seja desta que consigam a final de conferência. São uma das melhores equipas da liga, contam com um plantel de enorme qualidade e um treinador experiente, praticam um basquetebol delicioso, e ainda assim deverão ficar longe das decisões importantes. É inglória a história que os Los Angeles Clipper estão a escrever.

Foto de capa: LA Clippers

Comentários