Finalmente chegaram as finais da NBA! O momento pelo qual todos os amantes de basquetebol ansiavam!

Por um lado, não me é possível ser imparcial e não fazer a alusão ao meu desapontamento e à tristeza que sinto por não poder ter o prazer de assistir a um jogador, simplesmente, monstruoso que é LeBron James, principalmente quando chegam as finais da NBA.

Por outro lado, tenho um enorme gosto em assistir à primeira aparição dos Toronto Raptors nas finais. Vou, por isso, analisar os 4 primeiros jogos das finais de NBA.

Neste momento, os Raptors, surpreendentemente, contrariando a previsão das casas de apostas de Las Vegas, estão a levar a melhor sob os atuais bicampeões. Kawhi Leonard está a demonstrar que está novamente em forma e tem sido uma peça fundamental para o sucesso da equipa de Toronto. Se continuar assim arrisco-me a dizer que será congratulado com o prémio de: “Finals MVP”. Mas não tenho visto Kawhi a assumir o papel de carregar a equipa às finais. Os Raptors são, para mim, uma verdadeira equipa, um coletivo em que todos têm um papel concretamente definido e todos o cumprem de forma simples e clara. No momento atual, parece que todos sabem o que estão a fazer e o que tem a ser feito, e o mais importante: todos estão a demonstrar que têm qualidade e capacidade para serem campeões da NBA.

Siakam tem sido um dos Raptors em destaque
Fonte: Toronto Raptors

Vou destacar os principais dados de jogo individuais, até ao momento, da equipa dos Raptors. Média, por jogo:

Leonard: 31 pontos; 10,3 ressaltos; 2 roubos de bola; 1 bloqueio; 40% 3pt Siakam: 20 pontos; 7,8 ressaltos; 0,75 bloqueios Lowry: 13 pontos; 7,3 assistências; 36% 3pt; 1,5 roubos de bola Green: 10 pontos; 41% 3pt; 1,25 roubos de bola; 0,75 bloqueios Ibaka: 8 pontos; 5.5 ressaltos; 2,25 bloqueios Gasol: 13 pontos; 7 ressaltos VanVleet: 13 pontos; 35% 3pt.

Julgo que não há necessidade de explicar, detalhadamente, as estatísticas individuais que referi acima. É, perfeitamente, visível a qualidade de jogo que cada jogador está a exibir. Todos os jogadores utilizados por Nick Nurse deixam o seu tributo à equipa.

Em suma, os Warriors estão numa situação muito complicada. Sem Kevin Durant, sem Klay Thompson a 100%, e com Stephen Curry a dar sinais de enorme fadiga será uma missão quase impossível. Para se ter noção, a única equipa na história da NBA a dar uma reviravolta numa série de 1-3 foi a equipa de LeBron James em 2016, os Cleveland Cavaliers, que venceu, precisamente, a equipa dos Warriors.

Fonte: Golden State Warriors 

Comentários