cab nba

Não, não vou escrever sobre futebol. Neste texto vou expressar a minha opinião sobre aqueles jogadores que estão em clubes que não os merecem actualmente. Não estou a dizer que uma determinada instituição não seja digna, nada disso. Simplesmente, de acordo com o seu momento de forma, certos jogadores mereciam estar num plantel que competisse pelo título.

O propósito deste artigo é expressar a pena que me dá ver determinados jogadores em plantéis que têm jogado um tipo de basquetebol mediano, em comparação com o talento destes atletas.

Começando pela conferência Oeste, há dois jogadores que me deixam muito ansioso sempre que jogam. No entanto, as equipas onde actuam raramente têm um resultado positivo. Ambos os jogadores têm um potencial imenso, são capazes de juntar inúmeros ressaltos, marcar dezenas de pontos, bloquear lançamentos, fazer assistências. Enfim, poucas são as facetas onde ambos não se podem afirmar como fenomenais. Sim, bem sei que um é significativamente superior ao outro.

Com a chegada de Rudy Gay, DeMarcus Cousins pode ver a sua importância ser diminuída. Porém, o líder da equipa em pontos, ressaltos, roubos e blocos tem feito uma época absolutamente fantástica. Infelizmente, o seu talento não é comparável com o do resto do plantel. Os Sacramento Kings são uma das piores equipas da conferência, e entristece-me imenso ver Cousins fazer jogos gigantes mas que passam despercebidos.

Anúncio Publicitário

Por outro lado, uns Estados mais acima, em Minnesota, joga um dos meus jogadores preferidos. Kevin Love é, provavelmente, o melhor extremo-poste da NBA. Ele é o tipo de jogador que faz com que uma defesa trema de medo sempre que o vê num cinco inicial. Capaz de juntar ressalto atrás de ressalto, Love é dos jogadores mais inteligentes da liga. Usa o seu tamanho para poder entrar no garrafão, mas também usa a sua enormíssima qualidade para se ajudar a si (e aos seus colegas) a angariar pontos. Ex-campeão de triplos nos All-Stars, Love é uma arma mortífera que merecia mais do que os Timberwolves. O recente jogo dos Wolves contra os San Antonio Spurs prova a qualidade dele. Contra uma das melhores equipas da Liga, não só a nível ofensivo e defensivo, mas também pela sua enormíssima coesão táctica, Love aniquilou a defesa por completo. Porém, a equipa do estado do Texas provou a superioridade. Kevin faz também um elevado número de assistências por jogo, logo após os seus ressaltos, fazendo com que a equipa de Minnesota seja das mais implacáveis no contra-ataque.

Neste momento Kevin Love é um dos jogadores mais completos da NBA e é o melhor extremo-poste da liga. http://www.ign.com
Neste momento Kevin Love é um dos jogadores mais completos da NBA e é o melhor extremo-poste da liga.
Fonte: ign.com

Do outro lado do país, encontramos um atleta de que provavelmente não estarão à espera. O outro jogador que não merece a equipa em que está é Rajon Rondo. Há muito que a estrela lesionada é esperada pelos seus colegas da equipa de Boston. Rondo, no entanto, muito dificilmente almeja o seu regresso à competição. Os Celtics estão num ano claramente de renovação e Rondo, mesmo lesionado, não merece estar nos bancos a assistir à miséria que tem sido a temporada feita pelo plantel. Devo afirmar que Rondo é provavelmente dos bases mais puros e mais interessantes de ver jogar. Não possui um grande arsenal de lançamentos, pelo menos que tenha visto, mas é o general ofensivo e defensivo da equipa. Atenção, não estou a dizer que Rondo lança mal, simplesmente não necessita de o fazer. Para base, ele é dos jogadores que tem uma folha de estatísticas mais completas. Apanha ressaltos, rouba bolas e assiste como ninguém. Como tal, mesmo sem jogar, um atleta do calibre de Rajon Rondo não merece, de todo, a equipa por quem ele está a treinar e fazer de tudo para voltar.

O próximo atleta entristece-me pela situação em que está. Não pela equipa, mas pelo seu talento, que está a ser desperdiçado. Joakim Noah é o poste e, actualmente, a maior estrela dos Bulls. Com um estilo de jogo muito pouco ortodoxo, Noah é um dos melhores postes da conferência Este. Os Bulls começaram esta época como uma equipa que podia chegar longe nos playoffs. No entanto, com a lesão de Derrick Rose, a equipa de Chicago está completamente perdida. O talentoso e trabalhador poste tenta de tudo para aumentar a moral da formação de Illinois, mas dá para entender que isso não chega.

Por fim, acho extremamente injusto para um grande nome do basquetebol ter o seu nome associado a uma instituição que só o mancha. Estou a falar da equipa dos Charlotte Bobcats e de Michael Jordan. Mundialmente conhecido, Jordan é o nome mais mediático da história da NBA e dos melhores jogadores que já passaram pelo desporto. Porém, a equipa que insiste em ser das piores ano após ano está a tentar afundar a reputação da ex-estrela dos Bulls e dos Wizards. A aquisição dos Bobcats continua a levantar inúmeras questões.

Enfim, de muitos mais casos podia falar, tais como Carmelo Anthony, Kyrie Irving, John Wall e até do próprio Marc Gasol, mas os nomes acima falados são os mais flagrantes.

Comentários

Artigo anteriorEste Benfica continua infectado
Próximo artigoVillas-Boas e o White Hart Pain
O André já fez natação, futebol, futsal, basquetebol, judo, karate, jiu-jitsu brasileiro, ténis de mesa. No entanto, não sabe fazer nada sem ser ver os jogos da NBA e do seu Benfica!                                                                                                                                                 O André não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.