Kawhi Leonard, extremo de 27 anos atualmente ao serviço dos Toronto Raptors conseguiu, na sua primeira época com a equipa o impensável: liderar a equipa canadiana ás finais da NBA.

Depois de uma época sólida, com o jovem extremo a obter medias de 26.6 pontos por jogo (melhor da carreira), 7.3 ressaltos (melhor da carreira) e 3.3 assistências que levou ao sucesso integral da equipa, terminando esta como segunda classificada na Conferencia Este e com o segundo melhor recorde da liga com 58 vitorias e 24 derrotas, levando Leonard a obter a honra de ser selecionado para o All-Star game, All-NBA Second Team (segundo melhor 5 da Liga) e ALL-NBA Second Defensive team (segundo melhor 5 defensivo da liga), os Raptors estão na final.

Para perceber melhor a magnitude do impacto do jovem extremo, na temporada anterior ao serviço dos San Antonio Spurs apenas jogou nove jogos devido a lesão. No seguimento de um desentendimento entre a equipa medica da equipa e a equipa do jogador, este não se sentia apto para regressar as quatro linhas enquanto que o staff medico da equipa discordava. Isto levou a que no verão de 2018 o extremo fizesse parte de uma troca que envolvia Demar DeRozan, a antiga estrela do Canada, e trocasse de posição com o mesmo.

Leonard também brilhou nos Spurs antes de se mudar para Toronto
Fonte: NBA

No entanto, a estadia de Kawhi nos Spurs inclui duas idas às finais da NBA em 2013 e 2014. Sendo que esta ultima, os Spurts conseguiram mesmo ser campeões e evitar que os Miami Heat liderado por LeBron James não conseguissem o mítico Tri-Campeonato. Nestas finais, quando defendido por Leonard, LeBron James saiu muito apagado e sem conseguir atingir os seus níveis naturais de produção ofensiva, levando a que Leonard conseguisse o Finals MVP com medias de apenas 17.8 pontos, 6.4 ressaltos e 2 assistências, com uma eficácia de 61% de campo de 58% de 3 pontos, perfomance realçada pela defesa executada em Lebron James.

Em 2019, a narrativa é parecida, apesar de ainda ter conseguido o impensável ao liderar uma equipa que apenas tinha chegado a uma final de conferencia em 2016 e que nunca tinha assim pisado um palco tão importante. Na final teve pela frente uma equipa de Oakland vinda de um Bi-Campeonato, com um Stephen Curry três vezes campeão da NBA e duas vezes MVP, um Draymond Green que é um defesa de elite e também Klay Thompson, aquele que é um dos melhor atiradores de sempre. Leonard e os Raptors tentam assim desfazer os sonhos do Tri-Campeonato a mais uma Super-Estrela da NBA e a uma equipa histórica. Kawhi, com medias de 30.7 pontos por jogo, 9.5 ressaltos por jogo, 4.8 assistência por jogo incluindo ainda 2 roubos de bola por jogo, têm liderado os Raptors sobre os Warriors, estando agora em vantagem 3-1, tendo ganho o primeiro jogo em casa e o terceiro e quarto em casa dos atuais campeões. Esta segunda feira dia 10 de Junho joga-se o quinto e decisivo jogo, se os Raptors ganham, Kawhi quebra assim outra dinastia, mas se os Warriors ganham prolongam assim a serie para seis jogos.

Foto de Capa: NBA

Comentários