cab nba

Uma das instituições com mais nome na NBA está prestes a ter um ano péssimo. Depois de trocarem o extremo, ex All-Star, Luol Deng por basicamente nada sem ser escolhas do draft de 2015, os Bulls preparam-se para ter uma época para esquecer. Assombrados por constantes lesões, a equipa de Chicago está demasiado desfalcada de jogadores e de talento ofensivo. Com a sua maior estrela pronta para falhar (mais) esta época, com jogadores inconstantes a nível ofensivo, uma das maiores equipas da década de 90 estará a preparar um ataque aos free agents?

Antes de mais vamos analisar a troca. Luol Deng foi trocado por: Três escolhas de draft, a possibilidade de trocar a escolha com os Cavaliers e pelos direitos de Andrew Bynum. O poste conhecido por ser indisciplinado nem chegou a assinar contrato e foi prontamente dispensado. Como tal, podemos afirmar que Deng foi trocado por… ninguém.
Visto que neste preciso momento diminuíram os gastos salariais da equipa, a direcção da equipa de Chicago poderá estar a preparar-se para tentar atacar um dos mercados mais apetecíveis da NBA, o dos jogadores que acabaram o contrato nesse ano. Com um conjunto de jogadores muito interessante que (pode) vir a ficar sem obrigações contratuais no próximo Verão, os Bulls, de acordo com as suas acções, prestarão muita atenção às movimentações de mercado daqui até aos meses que precedem as finais.

LeBron James, Carmelo Anthony e Dwyane Wade fazem parte de um lote com talento interminável. O futuro de James irá depender, muito provavelmente, do decorrer do resto da época regular e da muito provável cavalgada nos play-offs. Wade, muito dificilmente sairá algum dia de Miami e muito se tem especulado sobre o futuro da estrela da equipa de Nova Iorque.

Analisando as maiores falhas no plantel dos Bulls, percebemos que necessitaram de um base que substitua, ou faça companhia a Derrick Rose. Nessa categoria deparamo-nos com dois (potenciais) jogadores. Eric Bledsoe e Isaiah Thomas. Ambos os atletas subiram de rendimento duma forma que até então, ninguém esperava. Dum lado temos um jogador que estudou Chris Paul de perto, e do outro temos um atleta explosivo que garante pontos e assistências. Para substituir Deng, na posição de extremo, encontramos duas pessoas com capacidades para (re)agitar o mundo dos Bulls, Evan Turner e Rudy Gay são as escolhas mais acertadas, isto se os Bulls não conseguirem ter nem LeBron ou Carmelo. Com salários acessíveis, Rudy Gay e Turner são atletas bons que fazem falta a qualquer equipa.

Luol Dng
Deng fará falta aos Bulls, sem dúvida.
Fonte: Chicagonow.com

Subindo uma posição no terreno, para extremo-poste, a escolha cairia sobre o veterano e campeão Dirk Nowitzki, apesar de a sua saída ser improvável. Chris Bosh pode também fazer essa posição muito bem.
Dentro do mundo dos gigantes, há dois atletas que poderão não assinar contrato com a sua actual equipa. Zach Randolph e Andrew Bogut seriam peças fulcrais numa época de reconstrução.

Dentro do território dos jogadores que podem terminar o contrato no final deste ano encontramos jogadores que também podem fazer mossa em qualquer equipa. Luol Deng, Marcin Gortat, Greg Monroe, Gordon Hayward, Pau Gasol e Lance Stephenson seriam opções muito válidas e muito fortes, se assinassem pelos Bulls.

Brooklyn Nets ainda só perderam um jogo em 2014.

Sim, bem sei o quão improvável esta notícia pode ser, mas uma das piores equipas há uns meses atrás ainda só perdeu um jogo desde as passas do ano novo. O que aconteceu de novo? Jason Kidd, o treinador da equipa, deixou de levar a sua gravata. É ridículo, mas a realidade é que tem dado resultado. Venceram recentemente contra os Miami Heat, o que tem demonstrado a subida de rendimento do plantel.
A equipa aparenta estar a jogar com mais alegria, algo que tem sido traduzido em resultados, e por isso, a equipa técnica está, de facto, de parabéns.

Por fim, é de louvar o facto de, mesmo sem Brooke Lopez, Deron Williams estar a conseguir assumir o seu papel de base e aproveitar a capacidade inegável de Joe Johnson.

Comentários

Artigo anteriorMais um golo anulado ao clube mais roubado
Próximo artigoTop 16 no Alexandra Palace
O André já fez natação, futebol, futsal, basquetebol, judo, karate, jiu-jitsu brasileiro, ténis de mesa. No entanto, não sabe fazer nada sem ser ver os jogos da NBA e do seu Benfica!                                                                                                                                                 O André não escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.