cab nba

A melhor equipa ganhou. A equipa mais regular ganhou. Os Golden State Warriors sagraram-se assim campeões da NBA na época que passou, e começam já esta terça-feira (quarta-feira de madrugada para nós) a defesa do seu título.

Tentarei muito brevemente fazer uma previsão do que esperar dos 30 clubes das duas conferências da liga principal de basquetebol americano, sendo que neste texto apresento a Conferência Este.

Conferência Este

Atlanta Hawks – Perspetiva: Playoffs

Os vencedores da fase regular da Conferência Este, com um fantástico recorde de 60-22, este ano deverão ter um trabalho mais complicado, com a perda do “faz tudo” DeMarre Carroll para Toronto, mas deverão repetir a sua presença nos playoffs de uma Conferência Este que continua a deixar muito a desejar em relação ao oeste. O regresso dos 4 all-stars Horford, Millsap, Teague e Korver vai ajudar a equipa a manter-se nos lugares cimeiros do este.

Jogador a observar: Dennis Schröder

Cleveland Cavaliers – Perspetiva: Playoffs

Os finalistas vencidos da última final não deverão ter qualquer problema em “passear” pela fase regular do este e com maior ou menor dificuldade, provavelmente menor, alcançar de novo a final da NBA. Lebron James continua a ser o treinador desta equipa, peço desculpa, David Blatt é o treinador; Lebron é a estrela, e, com o regresso dos lesionados Kyrie Irving e Kevin Love e uma rotação sólida que conta com Tristan Thompson, Mozgov, Shumpert, J.R. Smith e Dellavedova, pode ser este o ano em que Lebron traz finalmente o título “para casa”.

Jogador a observar: Kyrie Irving

Chicago Bulls – Perspetiva: Playoffs

Tom Thibodeau “saiu” do comando técnico da equipa para dar lugar ao ex-treinador de Iowa St. Fred Hoiberg; os Bulls devem assim abandonar a sua identidade defensiva dos últimos anos e focar-se num jogo mais fluido e ofensivo, menos desgastante para os jogadores e mais atractivo para as audiências. A ver vamos se conseguem manter a regularidade das últimas épocas. Jimmy Butler deu um salto enorme na época passada e deverá continuar a crescer este ano, afirmando-se como a grande figura dum plantel que conta com duas grandes incógnitas, Noah, que teve uma época para esquecer, e o azarado Derrick Rose, que tentará manter-se em campo, o que se tem revelado difícil. Os Bulls são candidatos à vitória do este na fase regular, mas não possuem qualidade suficiente para ultrapassar umas equipa como os Cavs nos playoffs. A equipa tem de decidir o que fazer com D-Rose – manter a aposta num jogador que tinha um potencial imenso mas viu a sua carreira travada por diversas lesões graves ou tentar trocar o jogador – mas será que mais alguém está disposto a apostar nele?

Jogador a observar: Derrick Rose

Os Bulls acreditam no 'renascimento' de Derrick Rose Fonte: Geoff Burke
Os Bulls acreditam no ‘renascimento’ de Derrick Rose
Fonte: Geoff Burke

Toronto Raptors – Perspetiva: Playoffs

Lowry, DeRozan, Carroll e Valanciunas serão o núcleo duro de uma equipa que deve voltar a marcar presença nos playoffs, mas nada mais que isso. Os Raptors “encantam” na fase regular mas desiludem nos playoffs e este ano não deverá ser diferente.

Jogador a observar: Jonas Valanciunas

Washington Wizards – Perspetiva: Playoffs

Os Wizards perderam o influente Paul Pierce para os Clippers mas deverão contar com uma maior contribuição de Otto Porter Jr., que tem surpreendido nesta pré-época, deixando boas indicações e finalmente demonstrando porque foi a escolha número 3 do Draft de 2013. É na electrizante dupla de John Wall e Bradley Beal que estão depositadas as esperanças desta equipa e continua a ser um prazer ver a evolução desses dois fantásticos jovens jogadores.

Jogador a observar: Otto Porter Jr.

Milwakee Bucks – Perspetiva: Playoffs

Uma das equipas com mais potencial de toda a NBA, contando com promessas como Jabari Parker, Michael Carter-Williams, Tyler Ennis, John Henson e Giannis Antetokounmpo, que segundo o treinador Jason Kidd pode jogar em todas as 5 posições. É de referir o regresso de Jabari, que esteve lesionado, e a adição de Greg Monroe, dos Pistons, numa equipa que deve voltar a repetir a sua presença nos playoffs mas não mais que isso.

Jogador a observar: Giannis Antetokounmpo

Boston Celtics

Os Celtics, que ainda se encontram em reconstrução, devem este ano falhar os playoffs depois de terem surpreendido tudo e todos ao participarem nos do ano passado. A equipa é jovem e muito bem treinada por Brad Stevens, contando com jogadores interessantes como Jae Crowder, Marcus Smart, Jared Sullinger, Isaiah Thomas, James Young e Avery Bradley, mas nenhum deles será uma estrela, e nem a adição do campeão David Lee deve manter a equipa no top 8 do este.

Jogador a observar – Isaiah Thomas

Brooklyn Nets

Joe Johnson é o segundo jogador com o salário mais elevado da liga, indo auferir 24,8 milhões de dólares; apenas Kobe Bryant, com 25, ganha mais. A equipa foi buscar Andrea Bargnani. A equipa não vai aos playoffs nem a lado nenhum num futuro próximo.

Jogador a observar: Thaddeus Young

Indiana Pacers – Perspetiva: Playoffs

Os Pacers perderam David West e Roy Hibbert mas adicionaram Monta Ellis, dos Mavs, e Myles Turner através do draft. A equipa é muito bem treinada por Frank Vogel, e com Larry Bird como GM e o regresso de Paul George a equipa pode surpreender e alcançar um dos últimos lugares de acesso aos playoffs neste este enfraquecido. Tudo depende de como volta o all-star Paul George da sua lesão.

Jogador a observar: Paul George

Miami Heat – Perspetiva: Playoffs

Pat Riley é o GM. Erik Spoelstra é o treinador. O 5 inicial deverá ser Dragic, Wade, Deng, Whiteside e Bosh. O banco conta com Winslow, Green, Birdman, Stoudemire e McRoberts. Os Heat deverão alcançar os playoffs sem qualquer tipo de problema e chegando lá podem mesmo surpreender, sendo a única equipa no este com “nomes” que podem fazer frente aos Cavs. No ano passado a equipa teve a infelicidade de Bosh ter um problema grave de saúde, o que levou a que Miami acabasse por falhar os playoffs, mas a evolução de Whiteside e a adição de Winslow só podem encorajar o conjunto de South Beach.

Jogador a observar: (os joelhos de) Dwyane Wade

Charlotte Hornets

A lesão do versátil Michael Kidd-Gilchrist (6 meses) prejudicou bastante as possibilidades de a equipa alcançar os playoffs. Nic Batum foi uma boa adição, juntando-se assim a Kemba Walker e Al Jefferson, mas será demasiado esperar que consigam carregar a equipa a um lugar nos oito melhores da conferência.

Jogador a observar: Nicolas Batum

Detroit Pistons

SVG continua a remodelação e a renovação dos Pistons, e o plantel conta com nomes interessantes como Drummund, Reggie Jackson, Jennings, Ilyasova e KCP; podem surpreender e alcançar os playoffs, mas a fraca rotação deve fazer com que fiquem apenas à porta.

Jogador a observar: Kentavious Caldwell-Pope

Orlando Magic

Uma das equipas mais interessantes da liga, contando nas suas fileiras com jovens jogadores como Victor Oladipo, Elfrid Payton, Aaron Gordon, Tobias Harris, Nikola Vucevic e Mario Hezonja. Podem não chegar aos playoffs já este ano, mas o futuro parece risonho para a equipa dos Magic, que tem tudo para daqui a 2/3 anos ser uma das favoritas a ganhar pelo menos o este, se os jogadores confirmarem o seu potencial. É de referir que Mario Hezonja quando jogava no Barcelona foi questionado por um jornalista sobre se iria ver Messi a jogar, ao que ele respondeu que Messi é que o devia vir ver. Isso. Tudo isso.

Jogador a observar: Aaron Gordon

Philadelphia 76ers

O “tanking” já lhes rendeu Nerleens Noel, Joel Embiid (de fora por lesão pelo segundo ano consecutivo) e Jahlil Okafor. Infelizmente devemos presenciar outro ano em que a equipa manda a toalha ao chão e vai atrás de outra pick elevada no draft. Equipa para esquecer e possivelmente a pior não só da divisão mas também da NBA. Já chega, mudem-nos para Seattle.

Jogador a observar: Jahlil Okafor

Carmelo Anthony vai ser uma das principais armas dos New York Knicks Fonte: @NBA
Carmelo Anthony vai ser uma das principais armas dos New York Knicks
Fonte: @NBA

New York Knicks

Kristaps Porzingis!!! O regresso de Sasha Vujacic (porque não?) à NBA, as adições de Aaron Afflalo, Robin Lopez e Derrick Williams; Jerian Grant também chegou no draft, e recomendo manter o base de Notre Dame debaixo de olho. Carmelo Anthony continua a ser um dos melhores jogadores da liga. Ofensivamente é imparável quando está nos seus dias. Phil Jackson é o GM e infelizmente Derek Fischer o treinador. Admito que acho os Knicks uma incógnita: não são bons mas também não são maus. Possuem jogadores com qualidade suficiente para surpreender e alcançar um lugar nos playoffs, com sorte, talvez, provavelmente não, mas nunca se sabe. Kristaps Porzingis!!!

Jogador a observar: Kristaps Porzingis

 

Previsões Finais:

Equipas que chegam aos playoffs:

Este – Atlanta, Cleveland, Chicago, Toronto, Washington, Milwaukee, Indiana e Miami.

Oeste – Golden State, Houston, Clippers, Memphis, San Antonio, New Orleans, Oklahoma e Utah.

 

Prémios Gerais:

MVP – James Harden (Rockets)

Defensive Player of the Year – DeAndre Jordan (Clippers)

Sixth Man of the Year – Isaiah Thomas (Celtics)

Most Improved Player – Reggie Jackson (Pistons)

Rookie of the Year – Emmanuel Mudiay (Nuggets)

Coach of the Year – Billy Donovan (Thunder)

Executive of the Year – Pat Riley (Heat)

All-NBA Team – Curry (Warriors), Harden (Rockets), Durant (Thunder), James (Cavs) e Davis (Pelicans)

Foto de Capa: @NBA

Comentários