Cabeçalho modalidadesJogo 4 da Final. Os Warriors acabavam de fazer o 3-1 e estavam prontos para selar a vitória nas finais deste ano com mais um jogo em casa. Eis que Draymond Green, o jogador mais influente de Golden State nas finais deste ano (sim, não foi Curry nem Thompson), é suspenso – não estou aqui para comentar a justiça ou injustiça do que aconteceu nesse aspeto; apenas para mostrar os factos – e aparece uma luz ao fundo do túnel para os Cavs.

De qualquer das formas, era um jogo em casa do rival, aquele que poderia ser o último da série, portanto; tarefa, ainda assim, complicada, na teoria, para os homens comandados por Lebron James. O anel tão desejado e que parecia estar, novamente, a escapar passa de uma simples miragem para um verdadeiro oásis no deserto. Os Cavs vencem categoricamente esse jogo. Cumprem, no jogo seguinte, em sua casa, e levam o desfecho destas excelentes finais para a última e decisiva partida, a negra: o Game 7.

Green fez um jogo 7 brilhante Fonte: Boston Herald
Green fez um jogo 7 brilhante
Fonte: Boston Herald

O último jogo. Festa enorme na Oracle Arena, casa dos Golden State Warriors, incrível receção à equipa da casa e muito respeito pelos outros finalistas, Cleveland Cavaliers. O jogo começa forte para os Cavs, com um parcial de 4-0, e os Warriors respondem com um parcial de 8-0 e com seis pontos a virem por meio de, claro, triplos, a maior fonte de rendimento destes Warriors (15 triplos ao todo nesta final). Lebron e Green já neste primeiro período (que terminou bastante equilibrado) mostravam que iam ali para discutir ao milímetro o título de MVP das finais.

As imensas viragens no marcador constituíram um dos destaques deste jogo. O equilíbrio foi a nota dominante, do princípio ao fim. Ainda assim, no final do segundo período, os Warriors conseguiram uma vantagem de sete pontos, algo que poderia ter sido decisivo para o desfecho final. A resposta imediata dos Cavs, no início do terceiro período, permitiu voltar a empatar a partida. Mesmo assim, no final do período, tínhamos Golden State novamente em vantagem, desta vez por um ponto apenas.