cab nba

Continuamos pela Conferência Oeste e hoje andamos pela Northwest Division. Esta divisão é constituída pelas seguintes equipas: Denver Nuggets, Minnesota Timberwolves, Portland Trail Blazzers, Oklahoma City Thunder e Utah Jazz. Aqui, a luta parece confinada aos Thunder das superstars norte-americanas Kevin Durant e Russel Westbrook, sendo os Nuggets a única equipa capaz de se juntar a Oklahoma nos playoffs.

Denver Nuggets: A grande novidade na The Mile High City é saída do veterano treinador George Karl devido a problemas de saúde, colmatada pela entrada do jovem treinador Brian Shaw. A saída de Iguodala para Golden State foi emendada com o reforço de 4 atletas que garantem mais qualidade ao plantel dos Nuggets. Nate Robinson promete formar uma dupla supersónica com Ty Lawson, capaz de dar muitas alegrias aos seus adeptos. O destaque vai ainda para a confirmação de Kenneth Faried como um dos melhores Power Forwards da NBA. O coletivo irá sobrepor-se à falta de superstars e Denver irá conquistar um dos lugares do Oeste para os playoffs.

Principais Entradas: Nate Robinson (Chicago), Darrell Arthur (Memphis), Randy Foye (Utah) e JJ Hickson (Portland)

@NBA Photos Getty Images
@NBA Photos Getty Images

Minnesota Timberwolves: Até agora, a principal contratação dos Timberwolves é mesmo a renovação com o poste sérvio Nikola Pekovic, que viu o seu contrato renovado por 5 anos e com um chorudo salário de 47 milhões de dólares. Apesar de ter jogadores com muita habilidade como o All-Star Kevin Love e o talentoso base espanhol Ricky Rubio, a forte concorrência a Oeste deverá desfazer todas as aspirações da equipa de Minnesota em alcançar uma posição no top 8 da conferência. Veremos como se comporta este franchising que ainda parece procurar uma nova estratégia depois da saída há já alguns anos da sua franchise star, Kevin Garnett.

Anúncio Publicitário

Principais Entradas: Corey Brewer (Denver), Gorgui Dieng (Rookie), Kevin Martin (Oklahoma), Shabazz Muhammad (Rookie) e Ronny Turiaf (Clippers)

@NBA Photos Getty Images
@NBA Photos Getty Images

Portland Trail Blazers: A jovem equipa de Portland reforçou-se bem, com as entradas de Thomas Robinson e Mo Williams, que prometem melhorar a rotação do banco dos Trail Blazzers. A equipa de LaMarcus Aldridge e do rookie do ano de 2012, Damian Lillard, com médias verdadeiramente fantásticas de 19 pontos, 3,1 ressaltos e 6,5 assistências por jogo, prometem entrar na luta pela última vaga dos playoffs e são uma das equipas que, na minha opinião, podem surpreender na toda-poderosa conferência Oeste. Nicolas Batum, Wesley Matthews e o jovem Meyer Leonard prometem melhorar os desempenhos obtidos na época passada e superar as 33 vitórias e 49 derrotas da época passada. Uma jovem equipa a seguir com atenção…

Principais Entradas: Robin Lopez (New Orleans), Thomas Robinson (Houston), Mo Williams (Utah), Dorell Wright (Philadelphia), Ronnie Brewer (Oklahoma)

 @NBA Photos Getty Images
@NBA Photos Getty Images

Oklahoma City Thunder: Os candidatos naturais à conquista da Northwest Division. A equipa de Oklahoma irá iniciar a temporada sem Russel Westbrook, que recupera da sua cirurgia ao joelho direito, mas Reggie Jackson tem demonstrado que está à altura e que será o substituto natural de Westbrook. A grande novidade ao nível da rotação dos Thunder deverá ser Jeremy Lamb, que, após uma desastrosa época de rookie, parece ter amadurecido e estar capaz de se assumir como o 6º jogador da rotação. Se não houver surpresas Oklahoma deverá atingir o top 3 da conferência Oeste e assumir-se como um dos candidatos ao título da NBA. Honestamente, penso que os Thunder estão demasiados dependentes de Kevin Durant e a escassez de soluções no banco de suplentes poderá ser crítica nos jogos a eliminar, com a fadiga acumulada numa exigente regular season de 82 jogos. O norte-americano Kevin Durant deverá ser novamente um dos candidatos a MVP da regular season e um dos melhores marcadores da prova. Em 2012 teve uma média de 28,1 pontos por jogo.

Principais Entradas: Steven Adams (Rookie), Ryan Gomes (Artland Dragons – Alemanha), Andre Roberson (Rookie)

@NBA Photos Getty Images
@NBA Photos Getty Images

Utah Jazz: Em profunda reestruturação, a equipa de Salt Lake City perdeu os seus dois jogadores interiores (Al Jefferson para os Bobcats e Paul Millsap para Atlanta) e atacou o draft deste ano com a aquisição do jovem base Trey Burke, que conduziu Michigan à final da NCAA, e do poste francês Rudy Gobert. Uma das equipas com mais história na competição. Quem não se recorda dos grandes jogos dos Jazz de Karl Malone e de John Stockton contra os Bulls de Michael Jordan? Contudo, os Jazz parecem estar confinados a ver os jogos da decisão da Liga pela TV. Mas nem tudo é mau em Utah. A mais jovem equipa da NBA promete, a curto-médio prazo, tornar-se numa das equipas mais difíceis de bater. Comandados por Gordon Hayward e Derick Favors, prometem dar espetáculo, mas a falta de consistência ainda deverá ser o principal inimigo da equipa comandada por Tyrone Corbin.

Principais Entradas: Trey Burke (Rookie), Rudy Gobert (Rookie) e Brandon Rush (Golden State)

@NBA Photos Getty Images
@NBA Photos Getty Images

Comentários

Artigo anteriorO início de uma era
Próximo artigoSolução Herrera
O Ivan foi jogador federado de basquetebol durante uma década e chegou a vencer da Taça Nacional de sub-20. É fanático pela modalidade e está aqui para falar de NBA.                                                                                                                                                 O Ivan escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.