cab nba

Quando se fala em NBA, os primeiros nomes que vêm à cabeça das pessoas são Michael Jordan, “Magic” Johnson, Shaquille O’Neal e, nos dias que correm, Lebron James, pegam neste último como o protótipo de grande atleta, colocando-o perto de outros grandes do desporto contemporâneo, como Michael Phelps, Usain Bolt e até do nosso Cristiano Ronaldo.

Óptimos atletas como os acima referidos não aparecem todos os dias, e hoje vou falar sobre um que faleceu em 1999, que é detentor de inúmeros recordes. Infelizmente nunca tive a oportunidade de o ver jogar. Se ainda não sabem sobre quem vou escrever, passo a antecipar-me: vou escrever sobre, provavelmente, o maior e melhor atleta que já passou na NBA, Wilt Chamberlain.

Este foi, sem margem para dúvidas, dos jogadores mais atléticos a que o mundo já assistiu. Detentor de uma força e resistência impressionantes, Wilt Chamberlain aterrorizou os basquetebolistas do seu tempo com a sua faraónica estampa física, medindo 2,16m e pesando 125kgs quando apareceu pela primeira vez.

Vou debruçar-me mais precisamente sobre a época de 1961-1962. Este homem extraordinário que jogava nos Philadelphia Warriors, actualmente Golden State Warriors, acabou a época como melhor marcador, líder em ressaltos e minutos por jogo. Wilt marcou 100 pontos num jogo memorável frente aos New York Knicks, jogo esse que ainda hoje é relembrado por todos os amantes de basquetbol. Chamberlain fez essa proeza tal e qual um estudante universitário, ou seja, com uma directa e uma ressaca em cima. Mas, analisando alguns dados estatísticos, Wilt só não jogou 8 minutos em toda a época, não por cansaço, mas sim devido a uma expulsão por acumulação de faltas técnicas.

Anúncio Publicitário
Untitled
Em cima temos as estatísticas da época de novato, da época de 1961-1962, ambas de Wilt Chamberlain, e da temporada passada do melhor marcador, Carmelo Anthony

Agora, para quem pensa que este homem “nasceu para o basket”, devo avisar que está redondamente enganado. Wilt Chamberlain bateu recordes no salto em altura quando frequentava a faculdade, porém, não se ficou por aí, batendo mais uns quantos recordes ao longo do seu percurso académico. É possível afirmar-se que, além da vertente atlética, também “nasceu para as mulheres”, sendo um enorme mulherengo. A sua maior proeza reside no facto de ter dormido com 23 mulheres diferentes em 10 dias. Wilt, que sofria de insónias, era conhecido por organizar orgias e ménages que faziam as delícias dos seus amigos e companheiros de equipa. Posto isto, quero aproveitar agora para pedir uma salva de palmas a este senhor, ele merece.

Voltando ao que interessa, quando entrou no liceu, não gostava de basquetebol. Considerava, aliás, que este era um “desporto para meninas”. Em contrapartida, o atletismo sempre o fascinou, participando em campeonatos escolares de diferentes modalidades. Chamberlain atingiu a marca de 1,98 m no salto em altura, 6,7m no salto em comprimento, 16,26 m no lançamento do peso e conseguiu correr cerca de 400 metros em 49 segundos. Proezas só ao nível dos predestinados fisicamente.

Estas marcas impressionantes foram alcançadas antes de descobrir o seu talento inacreditável para o basquetebol. Quando entrou na faculdade, Wilt Chamberlain inscreveu-se na equipa e conseguiu bater inúmeros recordes. Toda a sua habilidade para este desporto, rapidamente o colocou no topo da NCAA que é, como devem saber, extremamente importante na transição para a principal liga americana. Aquando da sua chegada, bateu os recordes de ressaltos e pontos, tanto num jogo, como na média de ambos os dados estatísticos na época de rookie. Um fenómeno. O lugar na história pertence-lhe e de lá já ninguém o tira. Assim foi a vida de Wilt Chamberlain, o “senhor 100 pontos”.

Encontramos Bill Russell a ser defendido pelo seu maior “némesis”. Os encontros destes dois titãs eram os mais esperados durante o ano.  http://vivaobasquetebol.wordpress.com/2012/06/09/lendas-do-basquetebol-bill-russel-wilt-chamberlain-e-kareem-abdul-jabbar/
Encontramos Bill Russell a ser defendido pelo seu maior “némesis”. Os encontros destes dois titãs eram os mais esperados durante o ano.
Fonte: vivaobasquetebol.wordpress.com
Wilt Chamberlain a defender a estrela em ascensão, na altura, Kareem Abdul-Jabbar.  http://basketballneverstops.tumblr.com/
Wilt Chamberlain a defender a estrela em ascensão, na altura, Kareem Abdul-Jabbar.
Fonte: basketballneverstops.tumblr.com/

Costuma-se dizer que podemos avaliar um atleta de acordo com os seus concorrentes e Wilt Chamberlain deparou-se com dois dos melhores postes de sempre. Bill Russell, que foi campeão da NBA por 11! vezes, e Kareem Abdul-Jabbar, atleta que também possui sobre a sua alçada inúmeros recordes, sendo o mais notável o título de melhor marcador da NBA de sempre. A diferença para o “segundo classificado” é de quase 1500 pontos.

A verdade é que é muito complicado analisar um dos jogadores mais dominantes da história da NBA. Este atleta era tão completo que afirmava ainda receber convites para algumas equipas da liga aos 50 anos.

Em comparação com Wilt, duvido que tenhamos a hipótese de ver outro atleta igual.