Há uma equipa na NBA que ameaça quebrar a norma – os Philadelphia 76ers são a primeira equipa do Este a apurar-se para a próxima ronda dos playoffs.

Tudo parece alinhado para que tenham sucesso imediato: Joel Embiid regressou em boa forma da lesão, Toronto voltou a mostrar fragilidades em momentos decisivos, LeBron encontrou problemas irresolúveis com os seus Cavaliers, Boston sente – e vai continuar a sentir – a falta que Kyrie Irving faz.

Vários analistas já anteveem uma final com a presença dos Sixers. Eu sou pessimista e não acredito. Aliás, Ben Simmons e companhia até podem provar que estou errado e, mesmo nesse caso, não vou dar total mérito aos Sixers.

Atenção, se chegarem à final terei todo o gosto em dar-lhes os parabéns, contudo, nem vão ganhar o título, nem têm tanta excelência como se faz parecer. Reconheço que praticam bom basquetebol, que têm muito bons jovens talentos, que são, como afirmou Dwyane Wade, o “futuro da NBA”, só que, este ano, os principais candidatos da conferência Este estão cheios de deméritos e de adversidades – a deficiente gestão da situação em Cleveland e as lesões em Boston deram espaço para os Sixers brilharem, caso contrário, este alarido não existia.

Joel Embiid tanto cativa pelo seu basquetebol como pela sua personalidade – um Shaq 2.0
Fonte: NBA

Obviamente que uma boa equipa é aquela que sabe aproveitar as fraquezas dos adversários. Aplausos para os Sixers nesse e noutros tantos departamentos. Porém, os Raptors, para mim, ainda são equipa favorita a ir à final. Veremos se asfixiam nos próximos jogos, visto que já é fetiche nos playoffs.

Portanto, Philadelphia 76ers, desculpem o meu modo de “hater”. Gosto muito de vocês, mas tenham calma. Têm muitos anos pela frente, não se queiram apressar. O melhor rookie do ano é vosso. Foram a equipa que mais melhorou desde a última época – estatisticamente e exibicionalmente. Por favor, saboreiem o momento.

De facto, o título deste artigo é vosso – contentem-se com ele porque será o único este ano.

Até chegar a vossa hora continuem a confiar no processo. Vai vos saber bem melhor no futuro. Bendito seja o Sam Hinkie. Amén.

Foto de Capa: NBA

Comentários