Se há uma franchise da NBA que se importa mais com o futuro do que o presente são os Oklahoma City Thunder. Há 10 anos, os OKC Thunder perderam na final da Conferência Oeste, frente aos Dallas Mavericks. Atualmente, os OKC ocupam o antepenúltimo lugar da mesma Conferência. Que grande diferença!

Eram uma das equipas mais promissoras da NBA, com Kevin Durant, James Harden e Russell Westbrook – estes três jogadores já conquistaram o prémio de jogador mais valioso da Liga (MVP). Muitos ainda se perguntam “Como é que aquela equipa nunca conquistou o campeonato?”

Atualmente, na equipa de Oklahoma, os principais jogadores são Shai Gilgeous-Alexander, que é um futuro All-Star, mas que está lesionado gravemente, Luguentz Dort, um dos melhores defesas da Liga no futuro e Al-Horford, um veterano que tem um contrato máximo que não vai jogar até ao final da época devido à decisão da direção de querer jogar apenas com jovens jogadores.

Shai Gilgeous-Alexander, apesar de ser um jovem jogador, com apenas 22 anos, é um nome que vai ser muito falado daqui a uns anos. O canadiano entrou na NBA pelas mãos dos Los Angeles Clippers. Teve uma passagem discreta na única época em que jogou pelos Clippers. Atualmente, é a estrela dos Thunder e estava a fazer os melhores números da sua curta carreira até à lesão: 23.7 pontos por jogo, 5.9 assistências por jogo, 4.7 ressaltos por jogo e uma eficácia de 0.508% no lançamento.

Anúncio Publicitário

Luguentz Dort foi uma das grandes surpresas na última época. O basquetebolista canadiano de 21 anos esteve presente no Draft de 2019, mas não foi um dos 60 jogadores escolhidos. Porém, assinou pelos Thunder num contrato two-way: pode jogar tanto pela equipa principal como na secundária, que está na G-League, durante 45 dias, no máximo. Dort surpreendeu os fãs devido ao posicionamento defensivo.

Numa era em que muitos jogadores são melhores a atacar do que a defender, Dort mostra que é diferente do habitual e que merecia ter sido escolhido no Draft. Notou-se imenso quando, na primeira ronda dos playoffs da época transata, defendeu intensivamente James Harden, um dos melhores marcadores da liga. Além disso, os dois principais nomes dos mais jovens são bons amigos.

Desde que se soube da gravidade da lesão de Shai, que a direção decidiu apostar apenas em jogadores jovens. Uma decisão que prejudicou o Al-Horford, o jogador mais experiente da equipa, que assim não vai jogar mais até ao final da época, mas vai continuar a treinar com o restante plantel. Vamos ver se a decisão não prejudicará o futuro clube do poste de 34 anos.

Há uma decisão da direção dos Thunder que criou várias divergências na NBA. A equipa de Oklahoma tem muitos draft picks. Atualmente, os Thunder detêm 34 picks até 2027, 17 das quais de primeira ronda e 17 de segunda ronda. Se souberem escolher bem os jogadores e se tiverem sorte nos próximos Drafts, a equipa de Thunder poderá ter uma dinastia daqui a uns anos. No entanto, se não correr bem, os fãs dos OKC podem passar por vários anos complicados.

Antes da mudança para Oklahoma City, os Thunder eram os Seattle SuperSonics, uma equipa que conquistou o campeonato de 1979. Os fãs dos Thunder ainda não viram a sua equipa festejar um título, quem sabe no futuro? Mas, nos próximos anos, há uma garantia: vamos ouvir várias vezes o nome desta equipa nos próximos Drafts da NBA.

Foto De Capa: OKC Thunder