10.

Fonte: Miami Heat

Kendrick Nunn – Miami Heat: os Heat têm sido das equipas que melhor rendimento retiram de jogadores vindos da G-League e Nunn prepara-se para ser o próximo caso de sucesso. A turma de Miami contratou-o no final da temporada passada, após ter jogado pelos Santa Cruz Warriors, e o base mostrou-se em grande nível em Las Vegas. Capaz de marcar perto do cesto ou da linha de três pontos, Nunn mostrou também, em certos momentos, a habilidade para descobrir o colega desmarcado e para roubar bolas do outro lado. Uma das grandes surpresas do torneio.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
Artigo anteriorIAAF Diamond League: O Bola na Rede no Mónaco… e em Londres
Próximo artigoCricket World Cup: A mais bela final
Tem 22 anos, é natural de Paços de Ferreira e adepto do SL Benfica. Desde muito pequeno que é adepto de futebol, desporto que praticou até aos 13 anos, altura em que percebeu que não tinha jeito para a coisa. Decidiu então experimentar o basquetebol e acabou por ser amor à primeira vista. Jogou até ao verão passado na Juventude Pacense e tem o Curso de Grau I de treinador de basquetebol desde os 19. O gosto pela NBA surgiu logo quando começou a jogar basquetebol e tem vindo a crescer desde então, com foco especial nos Miami Heat.                                                                                                                                                 O António escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.