7.

Fonte: NBA

Anfernee Simons – Portland Trail Blazers: não jogou muito em Las Vegas nem precisou. A facilidade com que Simons coloca a bola no cesto impressiona qualquer um e deverá deixar Terry Stotts radiante por saber que, quando Lillard ou McCollum têm de descansar, há um jovem base no banco pronto a pegar na bola e assumir. A primeira época de Simons em Portland trouxe-lhe pouco tempo de jogo, mas a saída de Seth Curry deve permitir muito mais tempo de jogo e, quem sabe, uma época de afirmação para um jogador que mostrou muita qualidade na Summer League.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
Artigo anteriorIAAF Diamond League: O Bola na Rede no Mónaco… e em Londres
Próximo artigoCricket World Cup: A mais bela final
Tem 22 anos, é natural de Paços de Ferreira e adepto do SL Benfica. Desde muito pequeno que é adepto de futebol, desporto que praticou até aos 13 anos, altura em que percebeu que não tinha jeito para a coisa. Decidiu então experimentar o basquetebol e acabou por ser amor à primeira vista. Jogou até ao verão passado na Juventude Pacense e tem o Curso de Grau I de treinador de basquetebol desde os 19. O gosto pela NBA surgiu logo quando começou a jogar basquetebol e tem vindo a crescer desde então, com foco especial nos Miami Heat.                                                                                                                                                 O António escreve ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.